"Bozo não resolve nem a vacina, mas quer examinar a mandíbula da presidenta Dilma", diz professora

30/12/2020

"Era só o que faltava", afirma a docente. Ela critica Bolsonaro por descuidar da vacina contra Covid-19 e debochar das torturas sofridas pela presidenta Dilma Rousseff (PT) durante a ditadura militar.

Publicidade

Foto: Agência Brasil.
Foto: Agência Brasil.

Política | No Facebook, uma professora criticou o presidente Jair Bolsonaro por descuidar da vacina contra Covid-19 e debochar das torturas sofridas pela presidenta Dilma Rousseff (PT) durante a ditadura militar (1964-1985). A docente afirmou: 

"Era só o que faltava! Bozo não resolve nem a vacina, mas quer examinar a mandíbula da presidenta Dilma." Veja íntegra, após o anúncio.

Após Bolsonaro dizer em reunião no Palácio da Alvorada:

"Dizem que a Dilma foi torturada e fraturaram a mandíbula dela. Traz o raio X para a gente ver. Olha que eu não sou médico, mas até hoje estou aguardando o raio X"

A professora respondeu:

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes...

Salários do magistério devem ser aumentados para que, no mínimo, 70% dos recursos do Fundeb sejam totalmente absorvidos durante o ano com pagamento de pessoal. É o que determina a atual lei desse fundo. Alternativa imediata é pagar o reajuste de 31,3% previsto para 2022. Melhoria na remuneração é o que legalmente evitará isso que chamam de 'sobras'...
Planos de remuneração e carreira de estados e municípios preveem uma série de direitos ao magistério. Em muitos casos, contudo, vários não são efetivados e boa parte dos educadores ignora a questão. Por isso, todo ano é comum sobrar recursos do Fundeb. É preciso cobrar logo, pois Reforma Administrativa (Pec 32), se aprovada, proíbe vantagens ao...
"Sobras do Fundeb é dinheiro que deveria ter sido pago ao longo do ano e não foi. Se um valor que era para ter sido pago em janeiro foi quitado em dezembro, essa quitação deve ser atualizada. Afinal, um quilo de feijão ou litro de gasolina não ficam congelados à espera do professor receber o que tem direito", explica o especialista.....
Majoração de recursos do fundo e outras receitas, como FPM, e menos gastos devido a falta de reajuste para o magistério, contribuem para o superávit de estados e municípios. Tal contexto aponta para abono neste ano ao docente e também reajuste do piso do(a) professor(a) em 2022.