Política

Filtro de notícias relativas aos governos de modo geral 

Em seu perfil oficial no Twitter, presidente diz que o que viu em Roraima foi bem mais que uma crise humanitária, foi um genocídio. Se o crime foi premeditado, resta agora apurar e punir com rigor todos os responsáveis pelo massacre, a começar pelo senhor Jair Bolsonaro e ex-ministra e atual senadora Damares Alves.
Doutor em História e especialista em assuntos militares, Manuel Domingos diz que o presidente deve afastar de seu governo e investigar elementos suspeitos de compactuar com o vandalismo, e se impor como Comandante Supremo das Forças Armadas.
Senadores que foram membros da CPI da Pandemia [de Covid-19] acionaram a Advocacia do Senado para fazer uma "radiografia" dos processos instaurados após a apresentação do relatório final e reunir todos os documentos que consideram ser provas de crimes cometidos pelo ex-presidente da República, que desde primeiro de janeiro não tem mais foro...