Docente quer rateio do Fundeb para todos da Educação

17/12/2021

Para Albetisa Moreira, aposentados e pessoal técnico, administrativo e de apoio também devem receber o abono, independente de se estejam lotados em sala de aula ou não.

Proposta da professora é polêmica e gera debate na categoria. Foto: arquivos Dever de Classe.
Proposta da professora é polêmica e gera debate na categoria. Foto: arquivos Dever de Classe.

Educação | Para a professora piauiense Albetisa Moreira (PCO-PI), o rateio do Fundeb que ora ocorre em várias localidades do Brasil deveria beneficiar todos da Educação, inclusive aposentados e pessoal técnico, administrativo e de apoio. A docente diz que é injusto pagar apenas professores da ativa lotados nas escolas. Caso tal proposta de fundo solidário e democrático seja aceita pelo governador Wellington Dias (PT-PI), valor do abono dessa própria educadora diminuirá, pois total de R$ 62 milhões terá que ser dividido com um grupo bem maior de pessoas. O mesmo ocorreria também em outras regiões, caso medida fosse igualmente seguida. Após o anuncio, a docente fala um pouco mais sobre essa questão.

Professora, a senhora pretende acionar algum órgão federal para garantir rateio do fundeb para todos da Educação? 

— Não acredito em órgãos burocráticos federais, estaduais ou municipais. Acredito na mobilização dos que devem receber: aposentados, vigias, merendeiras, zeladores, técnicos-administrstivos, professores lotados nas Seducs ou outros órgãos da Educação. Mobilização deve ser organizada pelo sindicato da categoria.
Os críticos a sua proposta alegam que rateio a todos faz reduzir valor individual do abono, inclusive do seu, que está na sala de aula.
— Tudo tem um preço. Não me interessa saber se vou receber menos ou mais. O que vale é todos receber. É uma questão de solidariedade e justica com quem merece.

Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. E aproveite para deixar também uma contribuição para o nosso site.

Faça uma pequena doação de um valor qualquer para que possamos continuar a manter este site aberto. Caso não possa ou não queira colaborar, continue a nos acessar do mesmo jeito enquanto estivermos ativos. Gratos.

Chave para Pix

E-mail: pix@deverdeclasse.org - João R P Landim Nt

Siga-nos!

Mais recentes sobre educação...

Professora Dorinha é presidente da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados e diz que não há lacuna para que o percentual de 33,23% não seja cumprido urgentemente, tal como reza a lei 11.738/2008. O Dever de Classe entrou em contato com a assessoria da parlamentar e obteve mais informações sobre as ações que poderão ser feitas.
Educadora diz que "é uma tristeza ver uma professora usar o nome de Deus para defender um presidente satânico e que "se não houver paralisação nacional e luta não haverá aumento de salário nenhum".