Lista completa dos deputados que votaram para reduzir o piso do professor

25/08/2021

Há uma guerra no Congresso para tentar acabar o piso nacional do magistério. Está anunciado para breve na Câmara votação em plenário de projeto neste sentido. Dia 17 último, os deputados mostrados nesta matéria deram o primeiro voto para prejudicar os educadores. Veja os nomes e fotos dos parlamentares do seu Estado e ajude a pressioná-los.

Publicidade

A lista completa com nomes e fotos dos 222 inimigos da educação está no final da matéria. Foto/reprodução
A lista completa com nomes e fotos dos 222 inimigos da educação está no final da matéria. Foto/reprodução

Educação | Dia 17 último ocorreu na Câmara uma votação relativa ao Projeto de Lei 3.776/08. Evento quase leva ao fim dos reajustes do piso do magistério pelo mesmo índice de crescimento do custo aluno, cuja previsão para 2022 é 12,5% de aumento.

Ao final, 225 parlamentares votaram a favor dos educadores e 222 contra. Os contrários ao magistério querem que o piso da categoria seja corrigido apenas pelo INPC dos últimos 12 meses, estimado em cerca de 7% até o final deste ano. (Ver lista completa ao final da matéria). 

Os inimigos dos professores são todos bolsonaristas, seja na base de apoio do presidente Jair Bolsonaro, seja votando em tudo de ruim que ele manda para o Congresso. Apenas PT, PSOL e PCdoB votaram 100% a favor do piso dos docentes. Continua, após o anúncio..

Projeto e lista dos inimigos da educação

Esse projeto 3.776/08 agora vai para votação final no plenário da Câmara. Após o anúncio, veja lista completa por Estado com nomes e fotos dos parlamentares que votaram contra os profissionais do magistério. Ajude a divulgar e a pressioná-los. O material foi organizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação.

Lista completa por Estado dos parlamentares inimigos da educação e do piso do professor. CLIQUE

Compartilhe e curta abaixo nossa página no Facebook, para receber atualizações sobre este tema.

Faça uma pequena doação de um valor qualquer para que possamos continuar a manter este site aberto. Caso não possa ou não queira colaborar, continue a nos acessar do mesmo jeito enquanto estivermos ativos. Gratos.

Doar com PagSeguro

Curta nossa página e receba atualizações sobre este tema!

Mais recentes sobre educação...

"Já falei mais de mil vezes: o que define o reajuste é o texto da lei 11.718, que continua totalmente em vigor. Além disso, o índice de 33,23% é baseado em portarias interministeriais do governo federal, algo que também já foi definido em 2021. O anúncio oficial por parte do MEC é só uma mera formalidade, não faz parte...
Inimigos do magistério insistem na tese falsa de que o critério de reajuste do piso nacional da categoria, fixado na Lei 11.738/2008, perdeu sua eficácia, algo que a CNTE desconstrói facilmente a todo instante, com argumentos baseados na lei. Jurista consultado pelo Dever de Classe orienta educadores a não dar ouvidos às mentiras do governo e CNM,...
Entidade rebate mentiras do MEC e declara em Nota Pública que "mantém o entendimento de plena vigência da Lei 11.738 e lutará pela aplicação do reajuste de 33,23% ao piso do magistério, em todos os entes da federação, seguindo a determinação da ADI 4848, STF."
Alegações do governo são improcedentes e já foram desmontadas juridicamente pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). Categoria, portanto, não deve abrir mão do índice de 33,23% e nem aceitar reduzir ou zerar reajuste.