Gay assumido derrota o homofóbico Magno Malta (fã de Bolsonaro) e assumirá Senado no ES! Leia e compartilhe...

08/10/2018 15:30

Acusado de inúmeros crimes, Malta agora está sem foro privilegiado e pode se complicar com a justiça do País

Política | Fabiano Contarato (Rede) foi eleito o senador mais votado do Espírito Santo, com 1.117.039 votos (31,15%). Contarato é gay assumido e tomou a vaga do senador homofóbico Magno Malta (PR), conhecido por fabricar fake news nas redes sociais e por disseminar ódio aos homossexuais e adoração ao candidato fascista Jair Bolsonaro. Fabiano Contarato é professor e delegado de polícia. 

O hipócrita e homofóbico "vice dos sonhos"

Malta é um dos mais reacionários parlamentares do Congresso Nacional, lidera campanhas homofóbicas e era considerado por Bolsonaro como seu "vice dos sonhos". O derrotado por um gay assumido declinou do convite de Bolsonaro por considerar que sua reeleição ao Senado era certa. Deu com os burros nágua.


Acusado de corrupção, ficou sem foro privilegiado

Envolvido em inúmeros casos de corrupção, Malta acusou falsamente um pai de estuprar a filha de apenas dois anos de idade em 2010, quando presidia a CPI da Pedofilia no Congresso Nacional (aqui). O cobrador de ônibus Luiz Alves de Lima passou nove meses preso e agora foi inocentado. Perdeu um olho, foi torturado pela polícia e está desempregado. A perícia concluiu que sua filha é virgem. O homofóbico Malta agora está sem foro privilegiado e pode ter complicações com a justiça do País. (Continua, após o anúncio).

Depois que Jair Bolsonaro (PSL) foi esfaqueado, Magno Malta publicou no Twitter uma montagem fotográfica falsa em que mostra num ato do ex-presidente Lula o esfaqueador de Jair Bolsonaro, Adélio Bispo de Oliveira, que já foi preso. O Diretório Nacional do PT entrou com ação penal contra ele no Supremo Tribunal Federal (STF) por calúnia e difamação.

Com informações do 247

Leia também: