Ministro da Educação é desmoralizado novamente, agora por universidade alemã

29/06/2020

COMPARTILHE!

Decotelli já havia sido desmentido em relação ao seu fictício doutorado e também por plagiar trabalho alheio.

Publicidade

Carlos Alberto Decotelli, ministro da Educação. Foto/Reprodução.
Carlos Alberto Decotelli, ministro da Educação. Foto/Reprodução.

Carlos Alberto Decotelli, novo ministro da Educação, foi desmoralizado novamente. Desta vez pela Universidade de Wuppertal, da Alemanha. A instituição informou que Decotelli não fez curso de pós-Doutorado lá, embora o novo ministro diga em seu Currículo Lattes que sim. Continua, após o anúncio.

Desmentido novamente

Segundo matéria contida no site da revista Exame (28):

"Contatada pela EXAME, a Universidade de Wuppertal (Bergische Universität Wuppertal), onde o professor [Carlos Alberto Decotelli] afirma ter concluído seu pós-doutorado, respondeu que ele não esteve na universidade por todo o período que consta em seu currículo."

"Ele não obteve um título em nossa universidade", diz a nota enviada pelo departamento de imprensa da Universidade de Wuppertal, em inglês, por e-mail e por mensagem no perfil oficial do Facebook.

Continua, após o anúncio.

Falsificação

Carlos Alberto Decotelli declarou também na Plataforma Lattes que concluiu curso de Doutorado na Universidade Nacional de Rosário, na Argentina. O reitor da Instituição, Franco Bartolacci, no entanto, o desmentiu publicamente.

Plágio

Decotelli é acusado ainda de plagiar em sua dissertação de mestrado um documento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) do Banrisul. Denúcia foi feita por Thomas Conti, professor do Insper.

O novo ministro é militar, oficial da reserva da Marinha. E será que fez pelo menos o Ensino Fundamental?

COMPARTILHE!

Faça uma pequena doação de qualquer valor, para ajudar a cobrir os custos de manutenção do site. Caso não possa ou não queira colaborar, continue a nos acessar do mesmo jeito enquanto estivermos ativos. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Anúncio

Mais recentes...

Destaque para nomeação de Hitler como chanceler da Alemanha; nascimento de Lewis Carrol, autor de "Alice no País das Maravilhas; nascimento de Mozart; Libertação de Auschwitz, na Polônia; tragédia na boate Kiss e término oficial da Guerra do Vietnam.
Destaque para Independência do Peru, Concílio de Trento, mudança do nome de Petrogrado para São Petesburgo, maior diamante do mundo, nascimento de Angela Davis — filósofa socialista estadunidense, inauguração da General Motors no Brasil.
Percentual de 14,95% foi definido no final de dezembro e já estava previsto pela evolução das estimativas do custo aluno em 2022. Já estava definido também o aumento do complemento da União, que passa de 15% para 17%, bem como a reposição dos recursos perdidos por conta na redução das alíquotas de ICMS. "Estudos" é para empurrar com a barriga...