Chorosos, Le Pen e Bardella se dizem traídos pelo povo e culpam a "esquerda incendiária"

08/07/2024

A dupla fala em "aliança da desonra", "vitória certa que foi adiada" e outras chorumelas mais.

Compartilhe!


PIX Caixa: 

pix@deverdeclasse.org

PIX Vakinha:

3435969@vakinha.com.br

Sua contribuição é crucial, pois ajuda na cobertura dos custos mensais da página, para que possamos mantê-la atualizada. Obrigado.

arine Le Pen e Jordan Bardella certamente não esperavam a grande derrota que sofreram nas eleições legislativas francesas deste domingo (7). Ainda estão zonzos. Enquanto pensaram maioria absoluta — 289 assentos ou mais na Assembleia Nacional para assumir o controle político do país —, ficaram com apenas 143 vagas, na lanterna, em terceiro lugar. Em primeiro ficou a Nova Frente Popular (NFP), com uma política claramente de esquerda (182). E em segundo o agrupamento "Juntos", do também derrotado Macron (168).

Chorumelas

Inconformados e chorosos, Bardella e Le Pen apresentam em jornais do mundo todo desculpas desconexas para a grande derrota. Tradução livre de algumas falas da dupla de dois nazifascistas:

"Era uma vitória certa que foi adiada"

"Fizeram uma aliança da desonra contra nós"

"Macron é culpado e o povo não entendeu"

"A culpa é da esquerda incendiária"

O choro é livre, heheheheh

Anúncio

Compartilhe!

Tópicos relacionados:

Dez matérias mais recentes:

Projeto aprovado na Câmara é praticamente o mesmo criado no governo do golpista Michel Temer e só atende a interesses de privatistas. Estudantes terão de conviver com o monstrengo dos itinerários (de)formativos, e docentes terão sobrecarga de trabalho.