Entenda por que Rodrigo Maia não consegue ver nenhum crime do Bolsonaro

05/08/2020 11:39

Maia e o presidente defendem uma mesma política econômica, voltada para arrancar até o couro do trabalhador, principalmente do servidor público.

COMPARTILHE!

Publicidade

Política | Em qualquer país sério, o presidente Bolsonaro já teria sofrido impeachment por razões que estão à vista de todos. Sua política de incentivo à propagação do coronavírus e as quase 100 mil mortes em decorrência disso já seriam suficientes para levá-lo até à cadeia. 

No Roda Viva de segunda-feira (3), no entanto, Rodrigo Maia (DEM-RJ) disse que não defende afastamento do Bolsonaro porque não vê nenhum crime do presidente, tal como está ilustrado na imagem produzida pelo cartunista piauiense Joaquim MonteiroContinua, após o anúncio.

Leia também:

  1. Após Fundeb, Rodrigo Maia promete aprovar projeto que reduz piso dos professores
  2. Forte aliado de Bolsonaro, Rodrigo Maia sugere que "regalias" do povo sejam cortadas

Mesma agenda

A verdade é que Rodrigo Maia coloca propositalmente uma venda nos olhos quando se trata dos crimes do Bolsonaro porque tem a mesma agenda econômica igualmente criminosa do presidente, voltada para arrancar até o couro do trabalhador, principalmente do servidor público.

Maia foi o grande articulador no Congresso da reforma da previdência, medida de origem palaciana que na prática acabou a aposentadoria dos trabalhadores. Continua, após o anúncio.

Maia apoia também o fim dos direitos trabalhistas e quer que o Bolsonaro envie logo a reforma administrativa, que como se sabe é para massacrar o funcionalismo público.

Maia é um forte defensor da Pec que congela gastos públicos por vinte anos, defende reforma tributária contra a classe média e os mais pobres, e recentemente atacou em live até o piso nacional dos professores.

Maia é um liberal, tal como Bolsonaro. Por isso, continuará propositalmente com uma venda nos olhos para não ver os crimes do presidente.

COMPARTILHE!

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes...