Mesmo com promessa de gasolina grátis, carreatas pela volta das aulas fracassam em todo o Brasil

17/01/2021

O movimento foi organizado majoritariamente por donos de escolas particulares e contou e com a presença de pessoas que nunca deram uma aula na vida. Promessa de combustível grátis fez foi irritar os educadores.

Publicidade

Segundo o INEP, o Brasil tem mais de 2,6 milhões de professores na educação básica e Superior, responsáveis pela educação de 57,7 milhões de brasileiros. E meia dúzia de empresários querem volta às aulas mesmo na pandemia. Imagem ilustrativa: aplicativo Canva.
Segundo o INEP, o Brasil tem mais de 2,6 milhões de professores na educação básica e Superior, responsáveis pela educação de 57,7 milhões de brasileiros. E meia dúzia de empresários querem volta às aulas mesmo na pandemia. Imagem ilustrativa: aplicativo Canva.

Educação | De acordo com informações que recebemos de várias partes do País, as carreatas ocorridas ontem (16) pela volta das aulas presenciais foram um retumbante fracasso. Alguns poucos gatos pingados participaram. O Brasil tem mais de 2,6 milhões de professores, segundo o INEP.

O movimento foi organizado majoritariamente por donos de escolas particulares e contou com a presença de pessoas que nunca deram uma aula na vida. Promessa de combustível grátis fez foi irritar os educadores.

"Me senti ofendida com proposta de gasolina"

Uma professora de Belo Horizonte que prefere não se identificar disse que se sentiu ofendida ao receber proposta de combustível para participar da carreata em sua cidade. 

"Me senti ofendida com proposta de gasolina", diz. A docente afirma ainda que mesmo com esse tipo de proposta indecente, a carreata foi um fracasso. "Fracassou porque os milhões de educadores em todo o Brasil só querem voltar às aulas após vacina", concluiu. Continua, após o anúncio.

Particpação

Segundo matéria da Folha de S.Paulo (13), ato era para ocorrer em no mínimo 27 cidades, entre elas as capitais Belo Horizonte, João Pessoa, Maceió, Porto Velho, Salvador, São Paulo e Vitória.

Curta abaixo nossa página no Facebook e receba em breve mais detalhes sobre este tema.

Faça uma pequena doação de um valor qualquer para que possamos continuar a manter este site aberto. Caso não possa ou não queira colaborar, continue a nos acessar do mesmo jeito enquanto estivermos ativos. Gratos.

Doar com PagSeguro

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre educação...

Lei Complementar contra o magistério, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em março deste ano, desconsiderou — para efeito de vários e importantes benefícios — quase dois anos de trabalho dos profissionais da educação, maio de 2020 a 31 de dezembro de 2021, fase crítica da pandemia de Covid-19. Na prática, é como se o magistério não tivesse...
Anúncios de pagamento devem se intensificar no mês de dezembro. Expectativa é que muitos estados e inúmeros municípios paguem o abono aos profissionais do magistério. CNTE luta para mudar critério de distribuição.
Objetivo é garantir ganho real para a categoria logo a partir de janeiro. Documento com outras importantes pautas dessa área foi entregue ao setor de educação da equipe de transição do futuro governo Lula.