Após terror em Manaus, venezuelano diz que não quer que seu país vire esse novo Brasil de Bolsonaro

15/01/2021 09:57

Sebastian Rosales afirma que tem profunda admiração pelo povo brasileiro e é com muita tristeza que vê seus 'hermanos brasileños' morrerem sufocados na capital do Amazonas por causa de um genocida.

Publicidade

Bolsonaro taca o terror no Brasil. Enquanto isso, o governo venezuelano de Nicolás Maduro manda oxigênio para socorrer vítimas da Covid-19 em Manaus. Foto/Reprodução
Bolsonaro taca o terror no Brasil. Enquanto isso, o governo venezuelano de Nicolás Maduro manda oxigênio para socorrer vítimas da Covid-19 em Manaus. Foto/Reprodução

Política | O professor Venezuelano Sebastian Rosales acompanha as publicações do Dever de Classe em Caracas e enviou um e-mail onde se solidariza com as vítimas da Covid-19 em Manaus e no resto do País. Ele diz que não quer que seu país vire esse novo Brasil de Bolsonaro. Veja, após o anúncio.

O que o diz o nosso amigo venezuelano:

Tengo una profunda admiración por Brasil, su gente, su belleza y riqueza natural y su sólida economía. Por eso es que veo con tristeza a nuestros hermanos brasileños morir asfixiados en Manaus por causa de un genocida. Nuestra Venezuela nunca será este nuevo Brasil de Bolsonaro. Sebastian Rosales, Caracas, 14/01/2021

Tradução livre:

Tenho profunda admiração pelo Brasil, seu povo, suas belezas e riquezas naturais e sua forte economia. Por isso é com tristeza que vejo os nossos irmãos brasileiros morrendo asfixiados em Manaus por causa de um genocida. Nossa Venezuela nunca será esse novo Brasil de Bolsonaro.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes...