Proposta do governo WD é falácia e fake news, dizem professoras

15/03/2022

Medida sequer vem assinada pelo próprio governador e fez foi acirrar ainda mais os ânimos da greve.

Professora Ana Brito defende continuidade da greve até a conquista linear dos 33,23%. Foto: arquivos Dever de Classe
Professora Ana Brito defende continuidade da greve até a conquista linear dos 33,23%. Foto: arquivos Dever de Classe

Educação | Uma proposta sem as assinaturas do governador Wellington Dias (PT-PI) ou do Secretário de Fazenda Rafael Fonteles foi apresentada à Direção do Sinte-Pi ontem (14)

Medida não garante o reajuste linear de 33,23% para nenhum professor e apenas incorpora ao salário-base o Auxílio-Alimentação, que corresponde a 4,17%, e ratifica os 10% já anunciados para todos os demais servidores.

Após o anúncio, as professoras Ana Brito e Albetisa Moreira falam sobre a questão e defendem a continuidade da greve até a conquista linear dos 33,23% para todos.

Leia também: 

O que dizem as professoras

A proposta

Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. E aproveite também para deixar uma pequena doação ao nosso site.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Chave para Pix

E-mail: pix@deverdeclasse.org - João R P Landim Nt 

Siga-nos!

Mais recentes sobre educação

Deixe de aterrorizar os brasileiros com suas ameaças. Aceite que a maioria do povo não o quer mais. Vá rezar, se benzer, tomar um banho de sal grosso no lombo. Peça perdão por seus crimes cometidos na presidência. O Brasil quer é Lula de novo", diz um dos trechos enviado pela docente.