O que Jair Bolsonaro tem a ver com a execução de Marielle Franco? Saiba mais e compartilhe...

12/03/2019 08:02

Marielle lutava em defesa dos direitos humanos e contra o extermínio de pobres pela polícia. E Bolsonaro é a favor de tortura e de milicianos que certamente a mataram. A prisão hoje (12) de dois PMs suspeitos do assassinato pode cair em cima da cabeça do presidente e de sua família.

Política | A prisão hoje (12) de dois PMs (Ronnie Lessa e Elcio Vieira de Queiroz) suspeitos de serem os assassinos da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes pode cair na cabeça de Jair Bolsonaro e de sua família. Bolsonaro é declaradamente a favor de tortura e de milícias, algo que tem tudo a ver com as duas mortes que chocaram o mundo em 2018. (Continua após o anúncio).

Há toda uma contradição entre Marielle Franco e Jair Bolsonaro. Marielle era mulher. Bolsonaro é misógino. Marielle era negra. Bolsonaro é racista. Marielle era homossexual. Bolsonaro é homofóbico. Marielle era socialista, de esquerda. Bolsonaro é de extrema direita, fascista. E Marielle lutava em defesa dos direitos humanos e contra o extermínio de pobres pela polícia. E Bolsonaro é a favor da tortura, milícias e quer dar mais carta branca ainda para a polícia matar. 

Não dizemos aqui, com isso, que Jair Bolsonaro é o mandante da execução de Marielle. Não, isto seria só uma calúnia. Mas foram os atributos políticos de Marielle que a levaram à morte pelo "bolsonarismo". Marielle foi executada por ser uma antítese perfeita de Jair Bolsonaro e dos seguidores de suas (dele) ideias no Rio de Janeiro. (Continua após o anúncio).

Com a prisão hoje dos dois PMs suspeitos, espera--se o esclarecimento dos assassinatos. E espera-se também que o nome dos mandantes apareçam. Não interessa quem seja.

LEIA TAMBÉM