Astro de 'O Poderoso Chefão" recusou Oscar em protesto contra maus-tratos a indígenas

26/03/2024

Fato ocorreu há 51 anos, em 27 de Março de 1973 — e impactou os presentes à solenidade. Marlon Brando pediu a uma ativista indígena que subisse ao palco no lugar dele, não tocasse na estatueta e fizesse um discurso denunciando crimes contra os nativos dos EUA.

Quarta-feira, às 00:46


Compartilhe a matéria

Em 27 de Março de 1973, há exatos 51 anos, o ator norte-americano Marlon Brando surpreendeu os apresentadores e presentes à entrega da 45ª edição do Oscar. O artista recusou a estatueta de Melhor Ator, por sua consagrada atuação em um dos filmes mais famosos e premiados até hoje: 'O Poderoso Chefão', dirigido pelo cineasta Francis Ford Coppola, a partir de obra homônima de Mario Puzo. Brando pediu a uma ativista indígena que subisse ao palco no lugar dele, não tocasse na estatueta e fizesse um discurso denunciando crimes contra os nativos dos EUA. Um ato de profunda grandeza.

  • Mais detalhes, após o anúncio.

Tópicos relacionados:


Recusa da estatueta

Quando a dupla — casal de apresentadores — anunciou o nome de Marlon Brando como vitorioso na categoria Melhor Ator, a surpresa geral. 
indígena Sacheen Littlefeather – ativista dos direitos civis dos nativos americanos – subiu ao palco, recusou tocar na estatueta e o prêmio. Em seguiu, a pedido do astro, fez um discurso de forma serena que levantou aplausos da plateia. Um dos trechos, diz:
"Ele [Marlon Brando] lamentavelmente não pôde aceitar este prêmio tão generoso. E as razões para isso são o tratamento dos indígenas americanos pela indústria cinematográfica e na televisão em reprises de filmes, e também com acontecimentos recentes em Wounded Knee."

Os acontecimentos em Wounded Knee citados pela ativista se referem a protestos de ativistas indígenas nessa região na Dakota do Sul em 1973, mesmo ano de entrega do Oscar que Marlon Brando recusou. Os protesto foram contra os maus-tratos aos povos nativos americanos, massacrados nessa mesma localidade pelo Exército americano em 1890.

Na sequência da matéria, veja o impactante e emocionante vídeo onde a ativista indígena Sacheen Littlefeather discursa em nome de Marlon Brando e recusa a cobiçada estatueta de Melhor Ator no Oscar de 1973.


Pix CEF

pix@deverdeclasse.org

João R P Landim Nt  


Pix Vakinha

3435969@vakinha.com.br

João Rosa Paes Landim Neto 

O vídeo

Compartilhe!


Leia mais:

Porque é fato também que sonhos não morrem —, os chamados Garotos de Liverpool continuam muito presentes na vida de seus milhões de fãs em todo o planeta.

De uma família de classe média, nasceu em 27 de Março de 1960, no Rio de Janeiro. Talentoso desde muito jovem, artista atuou nos vocais da famosa Legião Urbana, grupo no qual foi também vocalista, violonista e líder.


Mais vinte destaques no Brasil e no mundo...

1985. Morte de Tancredo Neves, primeiro quase presidente civil após o fim da ditadura militar instalada no Brasil em 1964.

1980. Durante a ditadura militar, o então líder sindical Luís Inácio Lula da Silva é preso por liderar uma famosa greve operária no ABC paulista.

2016. Câmara dos Deputados afasta a presidenta Dilma do cargo e dá início oficial ao golpe que levou Michel Temer e Jair Bolsonaro ao poder.

1917. Lenin volta de seu exílio na Suíça e, após chegar em Petrogrado, lança suas famosas "Teses de Abril, documento que daria origem à URSS.