"Bolsonaro esticou demais a corda; agora a coisa está muito feia para ele", diz jurista

18/01/2021

"O presidente usa o posto mais elevado do País para induzir as pessoas à morte e para mentir descaradamente. Motivos para impeachment existem aos montes."

Publicidade

O 'mito' pode está perto de cair. Foto: Agência Brasil.
O 'mito' pode está perto de cair. Foto: Agência Brasil.

Política | O presidente Jair Bolsonaro pode ser desapeado do poder bem antes do que imagina. O modo totalmente criminoso que usa para governar é motivo robusto para impeachment ainda neste 2021. 

Segundo o jurista Carlos N Nascimento, consultado pelo Dever de Classe, "Bolsonaro esticou demais a corda; agora a coisa está muito feia para ele. Motivos para afastamento existem aos montes." Veja, após o anúncio.

Por que o senhor acha que o presidente Bolsonaro pode cair?

Ele esticou a corda demais; agora a coisa está muito feia para ele. Motivos para impeachment existem aos montes.

Poderia dar um exemplo?

Existem dezenas, centenas. Mas os mais emblemáticos e graves dizem respeito ao modo criminoso como ele governa. No caso da Covid-19, por exemplo, ele usou o posto mais elevado do País para induzir milhares à morte. Ele é responsável direto por todos os óbitos no Brasil e pelo caos em Manaus. Não tem como continuar na presidência um genocida. O impeachment bateu à sua porta. Dificilmente ele conseguirá se livrar.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes...

Benefício será depositado na conta de professores e todos os demais servidores da educação ainda neste mês de dezembro. Detalhe do anúncio mostra que não é só do Fundeb que há sobras de recursos, algo que deve ser observado pelo magistério de todo o Brasil.
Medidas visam adequar prefeitura de Teresina à Reforma da previdência criada pelo presidente Jair Bolsonaro, do qual o prefeito José Pessoa (MDB) é forte aliado. Direção do Sindserm-THE chama mobilização para Câmara Municipal, com o intuito de barrar as horrendas iniciativas.
Magistério de estados e municípios deve pressionar gestores sobre recursos, pois aprovação de lei sobre como proceder ao rateio encerra dia 31 deste mês, vez que dinheiro que sobrar deve ser devolvido em forma de abono ao magistério ainda neste ano. Vereadores e deputados estaduais devem ser acionados o quanto antes. O recesso parlamentar se...