G1 atualiza matéria e diz que reajuste do magistério é 33%

27/01/2022

Atualização ocorreu na manhã desta quinta-feira, após o Dever de Classe mostrar contradição entre fala da jornalista Ana Flor e declaração do presidente Bolsonaro acerca da atualização salarial dos professores. Matéria traz ainda um fato novo quanto à data prevista para o reajuste.

Reajuste de 33,23% é obrigatório para estados, DF e municípios. De acordo com a Lei Federal 11.738/2008, aplicação é em 1º de janeiro. Imagem: galeria Webnode.
Reajuste de 33,23% é obrigatório para estados, DF e municípios. De acordo com a Lei Federal 11.738/2008, aplicação é em 1º de janeiro. Imagem: galeria Webnode.

Educação | A jornalista Ana Flor atualizou matéria em seu blog no G1 (26) e diz na nova versão que o reajuste do magistério é mesmo 33%, tal como declarou ontem (26) em seu cercadinho o presidente Jair Bolsonaro. Na versão original, Ana Flor falava em correção já acertada de 7,5% entre a Casa Civil (Ciro Nogueira) e Economia (Paulo Guedes). 

Atualização ocorreu nesta quinta-feira (27) pela manhã, após o Dever de Classe mostrar contradição entre a fala da blogueira e a declaração do presidente. Coincidência ou não, até o novo título ficou parecido com um título nosso dado a matéria que trata do mesmo assunto: 

Continua, após o anúncio.

Leia também: 

Nova data para o reajuste

Diz a blogueira Ana Flor, na nova versão de sua matéria:

"O governo federal decidiu reajustar o piso da educação básica em 33%. Até a noite de ontem [26], a negociação entre Casa Civil, Ministério da Economia e Ministério da Educação era de um reajuste bem menor, de 7,5%, que atenderia governadores e prefeitos, sobre quem recai a maior parte do custo da folha da educação básica.

"A pressão de parlamentares da área da educação e das categorias do magistério, além das ameaças de judicialização, levaram o governo a não querer assumir o custo político de dar um percentual de reajuste menor."

"O valor passa a valer em maio e deve ser publicado em Medida Provisória ainda nesta semana. Aplicando o percentual de 33%, o piso salarial nacional dos professores irá de R$ 2.886 para R$ 3.845."

Só para lembrar à blogueira: pela lei do piso, reajuste deve ser a partir de primeiro de janeiro.


Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. E aproveite também para deixar uma pequena doação ao nosso site.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Chave para Pix

E-mail: pix@deverdeclasse.org - João R P Landim Nt 

Siga-nos!

Mais recentes sobre educação

Deixe de aterrorizar os brasileiros com suas ameaças. Aceite que a maioria do povo não o quer mais. Vá rezar, se benzer, tomar um banho de sal grosso no lombo. Peça perdão por seus crimes cometidos na presidência. O Brasil quer é Lula de novo", diz um dos trechos enviado pela docente.