Maia chama Pazuello de 'criminoso', 'irresponsável' e 'incompetente' e quer CPI para investigá-lo

25/01/2021

Presidente da Câmara disse que o ministro da Saúde orientou o tratamento precoce, não respondeu à Pfizer e não se aliou ao Butantan para acelerar a vacina. Por uma CPI e a PGR vão investigar.

Publicidade

Maia pede CPI após mais de 200 mil mortes. Poderia ter agido antes. Foto/Reprodução.
Maia pede CPI após mais de 200 mil mortes. Poderia ter agido antes. Foto/Reprodução.

Política | Após sentar em cima de inúmeros pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara Rodrigo Maia agora defende CPI para investigar o ministro da Saúde. General Eduardo Pazuello comanda uma desastrada e criminosa gestão na pandemia, responsável por mais de 200 mil mortes. Maia o chama de criminoso, irresponsável e incompetente. Veja, após o anúncio.

'Criminoso'

Segundo a Agência Câmara de Notícias, Rodrigo Maia declarou nesta segunda-feira, 25:

"Em relação ao ministro da Saúde, ele já cometeu crime. A irresponsabilidade de orientar o tratamento precoce, de não ter respondido à Pfizer, de não ter se aliado ao Butantan para acelerar a vacina. Tudo isso caracteriza crime e a PGR vai investigar."

"É crime, crime contra a população de não ter respondido à Pfizer, de ter tratado de forma irrelevante. Só que os crimes precisam ser investigados e esperamos que essa CPI possa esclarecer tudo e dizer quais responsabilidades de cada um no momento mais grave de todos."

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes...

Benefício será depositado na conta de professores e todos os demais servidores da educação ainda neste mês de dezembro. Detalhe do anúncio mostra que não é só do Fundeb que há sobras de recursos, algo que deve ser observado pelo magistério de todo o Brasil.
Medidas visam adequar prefeitura de Teresina à Reforma da previdência criada pelo presidente Jair Bolsonaro, do qual o prefeito José Pessoa (MDB) é forte aliado. Direção do Sindserm-THE chama mobilização para Câmara Municipal, com o intuito de barrar as horrendas iniciativas.
Magistério de estados e municípios deve pressionar gestores sobre recursos, pois aprovação de lei sobre como proceder ao rateio encerra dia 31 deste mês, vez que dinheiro que sobrar deve ser devolvido em forma de abono ao magistério ainda neste ano. Vereadores e deputados estaduais devem ser acionados o quanto antes. O recesso parlamentar se...