Escândalos de corrupção faz Bolsonaro perder muitos eleitores

14/09/2022

Por mais que tente esconder sujeira debaixo do tapete, presidente não consegue mais enganar nem parte dos seus seguidores.

Política | Por mais que tente esconder sujeira debaixo do tapete, o presidente Jair Bolsonaro não consegue mais enganar nem parte dos seus eleitores quando o tema é corrupção. E isto o faz perder muitos votos. Sua vida pregressa e dentro do governo é típica de um autêntico e hipócrita ficha-suja, e está nas páginas da mídia nacional e estrangeira.

No decorrer desta matéria, destacamos vários escândalos associados ao governo do mentiroso-mor da Nação e comentários de ex-seguidores que agora se dizem decepcionados.

Onde Bolsonaro arranjou tanto dinheiro para formar patrimônio claramente incompatível com seus rendimentos? Foto/reprodução.
Onde Bolsonaro arranjou tanto dinheiro para formar patrimônio claramente incompatível com seus rendimentos? Foto/reprodução.

Após o anúncio e as sugestões de matérias a seguir, confira o essencial para entender esse tema e como saber quem tem direito.

Leia também:

Os principais escândalos de corrupção de Bolsonaro e sua família

1. Compra de 107 imóveis, dos quais, 51 com dinheiro vivo. Qualquer pessoa minimamente esclarecida sabe que transações milionárias com dinheiro vivo são feitas no geral para tentar esconder crimes. Traficantes e ladrões de alta patente é que costumam recorrer a esse tipo de operação.

"Difícil de acreditar, mas o pior é que parece que é verdade mesmo. Onde o presidente conseguiu tanto dinheiro para comprar tantas casas? Não voto mais." (Jaqueline S Neiva, Facebook).

2. Corrupção no MEC. Em março deste ano, "O Estadão revelou que dois pastores capturaram o Ministério da Educação e passaram a interferir na agenda do então titular da pasta, Milton Ribeiro, para privilegiar determinados municípios no empenho de recursos do órgão. Gilmar dos Santos e Arilton Moura levam demandas de prefeitos a Ribeiro e conseguem a liberação dos recursos em tempo recorde". Ministro acabou preso por conta desse escândalo.

"Bolsonaro é uma decepção. Nunca pensei que fosse me enganar desse jeito". (Lídia P Costa, Facebook).

Continua, após o anúncio.

3. Corrupção no Ministério do Meio Ambiente. "Segundo notícia-crime encaminhada pela PF para o Supremo Tribunal Federal (STF), o então ministro Ricardo Salles, "na qualidade de braço forte do Estado", integrava organização criminosa orquestrada por madeireiros alvos da Operação Handroanthus com o objetivo de obter, direta ou indiretamente, vantagem de qualquer natureza." Fato ocorreu em abril de 2021.

"Ajudei a eleger Bolsonaro porque acreditei que seria diferente. Vejo que quebrei a cara". (Júlio N Costa, Facebook).

4. Orçamento secreto e superfaturamento de tratores em até 259%. Em maio de 2021 Bolsonaro "criou, em parceria com o Congresso, o chamado orçamento secreto. O primeiro lote de emendas exposto pela reportagem [do Estadão] incluía a liberação de R$ 3 bilhões. Boa parte dessas emendas foi destinada à compra de tratores e equipamentos agrícolas por preços até 259% acima dos valores de referência fixados pelo governo." É o tratoraço.

"Votei em Bolsonaro, hoje não voto mais. Me sinto enganada." (Carlos N Silva, Facebook).

5. Escândalo da Covaxin: preço 1000% maior. Em junho de 2021, "em plena pandemia [de coronavírus] e em meio à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, mais uma denúncia de corrupção foi desvelada na Saúde. Documentos do Ministério das Relações Exteriores mostraram que o governo aceitou negociar a compra da vacina indiana Covaxin por um preço 1.000% maior do que, seis meses antes, era anunciado pela própria fabricante."

"Bolsonaro não respeita nem a vida das pessoas. Tô fora". (Célia M Nogueira, Facebook).

Propina de 1 dólar por vacina e mais corrupção bolsonarista

Além dos casos de corrupção elencados acima, "em junho de 2021, o ex-diretor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde Roberto Ferreira Dias foi acusado de pedir propina para autorizar a compra de vacinas pelo governo. Segundo a denúncia, ele teria condicionado a aquisição de imunizantes da AstraZeneca ao recebimento ilícito de US$ 1 por dose."

E tem também as rachadinhas, o uso abusivo do cartão corporativo e o inédito sigilo de 100 anos para quem quiser saber de outras malandragens do atual desgoverno.

Com informações de: UOL, Estadão e Brasil 247


Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. E aproveite também para deixar uma pequena doação ao nosso site.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Chave para Pix

E-mail: pix@deverdeclasse.org - João R P Landim Nt 

Siga-nos!

Leia mais...

Deixe de aterrorizar os brasileiros com suas ameaças. Aceite que a maioria do povo não o quer mais. Vá rezar, se benzer, tomar um banho de sal grosso no lombo. Peça perdão por seus crimes cometidos na presidência. O Brasil quer é Lula de novo", diz um dos trechos enviado pela docente.
Jair Bolsonaro sabe que as urnas são seguras e que as pesquisas refletem vitória de Lula no primeiro turno, tal também como acertaram em relação ao próprio atual presidente em 2018. Por isso, só resta ao capitão berrar, para tentar tumultuar o dia do pleito e ganhar no grito. Coisa de baderneiro desesperado", diz o cientista político, que faz...