Por que um motorista daria R$ 24 mil à esposa de Jair Bolsonaro? É pagamento? De quê?

19/06/2020 06:19

Prisão de Queiroz talvez ajude a elucidar esse dilema.

Compartilhe!

Presidente e sua esposa, Michelle Bolsonaro / Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Presidente e sua esposa, Michelle Bolsonaro / Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Bolsonaro | A prisão de Fabrício Queiroz traz novamente ao debate o deposito de R$ 24 mil que o ex-assessor de Flávio Bolsonaro fez  na conta da esposa de Jair Bolsonaro, dona Michelle Bolsonaro. Até alguns bolsominions até hoje estão com uma pulga atrás da orelha por conta de tal questão. 

Qual é mesmo o motivo desse cheque dado à dona Michelle? É pagamento? De quê? A prisão de Queiroz — encontrado em um sítio do advogado de Flávio Bolsonaro — talvez ajude a elucidar agora esse dilema. Continua, após o anúncio.

Sujeira

Segundo matéria da Folha de S.Paulo (6), "o ex-assessor parlamentar e policial militar Fabrício José Carlos de Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017, de acordo com o relatório do Coaf". Como isso é possível, se esse tal assessor só ganhava R$ 23 mil por mês? Queiroz atuava como segurança e motorista do filho do capitão.

Matéria também confirma que uma das transações de Queiroz citadas no relatório do Coaf é um cheque de R$ 24 mil destinado à primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Por quê? Qual a razão de tal agrado? Continua, após o anúncio.

Esse relatório produzido pelo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) é desdobramento da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro. Continua, após o anúncio.

Vala comum

O presidente Jair Bolsonaro tem assessores de peso no governo marcados fortemente em casos de corrupção. Vários ministros escolhidos pelo capitão são acusados de roubo. E ainda há esse presente dado a sua mulher. Será que o Queiroz vai esclarecer agora o motivo do dinheiro?

Veja algumas opiniões de internautas sobre o caso:

Compartilhe!

Mais recentes: