Os 70% do Fundeb e o salário do pessoal da Educação

05/05/2022
Imagem: aplicativo Canva.
Imagem: aplicativo Canva.

Categoria precisa fiscalizar para saber se não há desvio ou sobras que poderão ser usadas para rateio no final do ano.


Educação | De acordo com as novas regras do Fundeb, no mínimo 70% dos recursos desse fundo devem ser usados para pagar salários dos profissionais da Educação. Muitos prefeitos e governadores, no entanto, aplicam menos que isso e deixam de honrar, por exemplo, o reajuste anual do magistério, que em 2022 é 33,23%.

Fiscalizar

Para evitar desvio de recursos e prejuízos mensais, categoria deve fiscalizar o manuseio das verbas. Após o anúncio, o economista Carlos N Silva, consultado pelo Dever de Classe, dá algumas dicas de como isso pode ser feito.

Como fiscalizar os recursos do Fundeb e saber se o mínimo de 70% estão sendo usados no pagamento do pessoal da educação?

Quem tem mais credenciais e condições de fazer isso são os sindicatos da educação. Todos têm assessorias jurídica e econômica capazes de fazer com eficiência tal tarefa.

Onde podem ser encontrados dados sobre os gastos?

Secretarias de finanças de estados, DF e municípios são obrigados a disponibilizar dados de receitas e despesas através de balanços mensais, bimestrais ou de intervalo maior de tempo. É só ir lá e consultar. O Banco do Brasil também disponibiliza de forma fácil como os recursos são distribuídos.

Continua, após o anúncio.

O que ocorre se o mínimo de 70% não estiver sendo cumprido?

Prefeitos e governadores são obrigados a cumprir esse mínimo estabelecido na lei do Fundeb. Se tal índice não estiver sendo cumprido, gestores têm de reajustar salários e adequar planos de carreira para que a totalidade do dinheiro seja usada.

E se não o fizerem?

Se não usarem esse mínimo de 70% durante o ano, com certeza sobrarão recursos que deverão ser rateadas no final do ano. 


Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. E aproveite também para deixar uma pequena doação ao nosso site.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Chave para Pix

E-mail: pix@deverdeclasse.org - João R P Landim Nt 

Siga-nos!

Mais recentes sobre educação

Educadores repudiam descontos de salários e querem que o Sinte-Pi promova ação prática e urgente para que a governadora Regina Sousa (PT) reponha imediatamente o dinheiro cortado dos professores. Docentes exigem também que lotação original seja mantida.