Para mais de 11,5 milhões de pessoas, Paraná receberá apenas 86.500 doses da vacina; veja seu Estado 

23/01/2021 20:45

O Ministério da Saúde anunciou que chegaram apenas dois milhões de doses da vacina contra Covid-19, o que contraria até o próprio Plano Nacional de Imunização do governo. Nesse ritmo de 2 milhões, mais gente pode se contaminar e morrer.

Publicidade

Bolsonaro atua contra a vida dos brasileiros. Foto: Agência Brasil.
Bolsonaro atua contra a vida dos brasileiros. Foto: Agência Brasil.

Saúde | Foi divulgado neste sábado (23) pelo Ministério da Saúde o planejamento da distribuição dos 2 milhões de doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford com o laboratório AstraZeneca recebidos ontem (22) pelo Brasil. 

Tal anúncio demonstra que o presidente Jair Bolsonaro ignora até seu próprio Plano Nacional de Imunização (PNI), que prevê vacinação de 49,7 milhões de pessoas, divididos em 03 Grupos, necessitando de 104,3 milhões de doses. 

Nesse ritmo de 2 milhões, mais gente pode se contaminar e morrer. O Estado do Paraná, por exemplo, receberá apenas 86.500 doses, para uma população de 11.516.840 de habitantes, segundo o Censo 2020 do IBGE.

Após o anúncio, veja quantas doses cada Estado receberá dessa quantidade ínfima disponibilizada pelo governo.

Quanto cada Estado receberá dos dois milhões de doses da vacina que o Ministério da Saúde anunciou que chegaram

Rio de Janeiro - 185.000

Ceará - 72.500

Amazonas - 132.500

Roraima - 4.000

Alagoas - 27.500

Pernambuco - 84.000. Continua, após o anúncio.

Paraná - 86.500

Sergipe - 19.000

Distrito Federal - 41.500

Goiás - 65.600

Santa Catarina - 47.500

Rio Grande do Sul - 116.000

Paraíba - 36.000

Espírito Santo - 35.500 Continua, após o anúncio.

Paraná - 86.500

Bahia - 119.500

Mato Grosso - 24.000

Rondônia - 13.000

Acre - 5.500

Mato Grosso do Sul - 22.000

Tocantins - 11.500 Continua, após o anúncio.

Paraná - 86.500

Maranhão - 48.500

Piauí - 24.000

Pará - 49.000

Amapá - 6.000

Minas Gerais - 190.500

Rio Grande do Norte - 31.500

São Paulo - 501.960

*O Brasil e a vacina contra a Covid-19

População: 211,8 milhões - IBGE 2020. Cada pessoa deve tomar duas doses, num prazo de 21 dias. 

Para imunizar 100% da população, são necessárias 445 milhões de doses, já com previsão de perda de 5% na logística do armazenamento e transporte.

Mas há quem diga que as condições sanitárias seguras viriam com imunização de 60 a 70 por cento do povo.

Com estes percentuais, a necessidade de doses cairia de 445 milhões para 311 milhões.

O ilusório e fantasma Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde prevê a vacinação de — apenas — 49,7 milhões de pessoas, divididos em 03 Grupos, necessitando de 104,3 milhões de doses.

O Brasil — até agora — possui somente as 06 milhões de doses articuladas pelo Governo de São Paulo. O presidente Bolsonaro não viabilizou uma gota sequer da vacina até o momento. Quem não é de grupos prioritários, portanto, deve manter estoque de máscaras, álcool em gel e isolamento social. O contágio continua alto e, se depender do capitão, a fila não vai andar. É só bomba em cima da maioria do povo.

*Com dados de José Professor Pachêco, docente e advogado.

COMPARTILHE

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes...