Reforma torna obrigatória a automação no setor público; robô no lugar de servidor

02/09/2021 17:00

Caso medida seja aprovada, a médio e longo prazos teremos cada vez menos concursos e mais falta de vagas no setor público. Máquinas tomarão o lugar dos humanos, inclusive nas escolas.

Publicidade

Meta do governo Bolsonaro é esvaziar o setor público para favorecer o mercado e as privatizações. Imagem: aplicativo Canva.
Meta do governo Bolsonaro é esvaziar o setor público para favorecer o mercado e as privatizações. Imagem: aplicativo Canva.

Economia | O item XXIV do artigo 37 da proposta de Reforma Administrativa (Pec 32) do governo Bolsonaro diz:

Art. 37 item: XXIV:

  • Será obrigatória a utilização de plataforma eletrônica de serviços públicos, na forma da lei, que permita: 

a) a automação de procedimentos executados pelos órgãos e entidades integrantes de sua estrutura. 

(...)

Caso tal dispositivo seja aprovado, a médio e longo prazos teremos cada menos concursos e mais falta de vagas no setor público. Máquinas tomarão o lugar dos humanos, inclusive nas escolas. Continua, após o anúncio.

Favorecer o mercado

Na verdade, o objetivo-alvo dessa Reforma Administrativa é esvaziar o setor público para favorecer o mercado e as privatizações. Não à toa, projeto cria mecanismos para demitir com mais facilidade os servidores estáveis e concursados. Leia AQUI. Inserir a obrigatoriedade da automação no setor público é só mais um passo em relação a isso, isto é, preparar o terreno para a entrega dos serviços a particulares.

Automação já ocorre

O processo de automação que agora pode se tornar obrigatório no setor público há tempos já é uma realidade no setor privado, como todos sabem. Continua, após o anúncio.

Em entrevista ao canal no You Tube Opera Mundi, o professor Daniel Cara, um dos educadores mais respeitados do Brasil na atualidade, disse que faculdades privadas usam robôs e algorítimos para corrigir trabalhos e até dar aula. Com isso, pagam menos aos docentes de verdade.

É essa realidade que o governo Bolsonaro e sua Reforma Administrativa querem para os órgãos públicos do nosso País. Por isso é preciso lutar para que essa projeto não seja aprovado no Congresso Nacional.

Compartilhe e curta abaixo nossa página no Facebook, para receber atualizações sobre este tema.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre economia