Até na demissão, Moro é tratado como moleque por Bolsonaro

24/04/2020 11:59

Política / Em várias oportunidades, ex-juiz foi tratado com desdém e desprezo pelo presidente. Na saída, não foi diferente. Moro deu com os burros n'água.

COMPARTILHE!

Publicidade

Moro já entrou queimado no governo Bolsonaro, porque foi presenteado após tirar Lula da disputa de 2018. E sai torrado e como moleque, dispensado como um sem-valor pelo capitão.
Moro já entrou queimado no governo Bolsonaro, porque foi presenteado após tirar Lula da disputa de 2018. E sai torrado e como moleque, dispensado como um sem-valor pelo capitão.

Durante sua passagem pelo governo Bolsonaro, o ex-juiz Sérgio Moro foi tratado diversas vezes com desdém e desprezo pelo presidente. Há vários episódios que demonstram isso, como por exemplo quando foi desautorizado pelo capitão nos casos do COAF, Decreto de Armas, Juiz de Garantias, Pacote Anticrime e até na nomeação frustrada de uma suplente — Ilana Szabó — para o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. 

Na saída, não foi diferente. Bolsonaro não cedeu às suas chantagens em relação à exoneração de Maurício Valeixo, diretor-geral da Polícia Federal, e na prática forçou o ex-juiz a sair como um moleque sem-valor, conforme veremos após o anúncio.

"Moleque sem qualquer valor"

O presidente Bolsonaro não deu ouvidos a Sérgio Moro e exonerou ainda ontem (23) Maurício Valeixo da diretoria-geral da PF, para desespero e mais desmoralização do ex-ministro, que não concordou com a medida.

O desprezo de Bolsonaro em relação a Moro foi e é tamanho que a "exoneração foi publicada como 'a pedido' de Valeixo no Diário Oficial, com as assinaturas eletrônicas de Bolsonaro e Moro. Segundo a Folha apurou, porém, o ministro não assinou a medida formalmente nem foi avisado oficialmente pelo Planalto de sua publicação". (Informe da Folha, 23. Grifos nossos). Continua, após o anúncio.

Moro, assim, não saiu espontaneamente, como a mídia que o apoia está dizendo. Na prática, deu com os burros n'água e foi escorraçado pelo capitão sem qualquer consideração ou respeito, tal como se trata um moleque sem nenhum valor. Continua, após o anúncio.

Deduragem

Para tentar sair bem na fita, Sérgio Moro agora está fazendo uma série de graves acusações contra Jair Bolsonaro, conforme trataremos com mais detalhes em outras matérias. De antemão, percebe-se que tais acusações parecem deduragens de membros de gangues quando rompem uns com os outros.

COMPARTILHE!

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes...