Verme: ministro da Educação faz piada de mau gosto de vítima fatal do coronavírus no Equador

23/04/2020

Educação / Weintraub é um desclassificado que ajuda a queimar a imagem do Brasil em todo o mundo.

COMPARTILHE!

Publicidade

Weintraub, vergonha nacional. Imagem/Reprodução: Youtube.
Weintraub, vergonha nacional. Imagem/Reprodução: Youtube.

O repugnante ministro da Educação Abraham Weintraub aprontou mais uma para envergonhar nosso País inclusive no estrangeiro. Após dizer que apenas uns 40 mil morrerão por conta do coronavírus e atrapalhar as relações comerciais do Brasil com a China, o verme agora fez uma piada de péssimo gosto contra uma vítima fatal da pandemia no Equador. Ver, após o anúncio.

A piada do desclassificado

Segundo registro do jornalista Reinaldo Azevedo (23), no programa "O É da Coisa", veiculado pela Band News, o desclassificado ministro fez piada de uma vítima fatal do coronavírus no Equador. 

O monstro comentou de forma canalha uma matéria da Folha de S.Paulo que falou a respeito dessa morte. O título da postagem é: "Minha sogra foi minha paciente, ela morreu e eu não pude fazer nada, conta médico equatoriano".

O comentário do verme no Twitter: "Mais uma morte suspeita", querendo insinuar que a vítima foi morta pelo genro e não pelo vírus.

Não passa de um bandido!

COMPARTILHE!

Faça uma pequena doação de qualquer valor, para ajudar a cobrir os custos de manutenção do site. Caso não possa ou não queira colaborar, continue a nos acessar do mesmo jeito enquanto estivermos ativos. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Anúncio

Mais recentes...

Deixe de aterrorizar os brasileiros com suas ameaças. Aceite que a maioria do povo não o quer mais. Vá rezar, se benzer, tomar um banho de sal grosso no lombo. Peça perdão por seus crimes cometidos na presidência. O Brasil quer é Lula de novo", diz um dos trechos enviado pela docente.
Jair Bolsonaro sabe que as urnas são seguras e que as pesquisas refletem vitória de Lula no primeiro turno, tal também como acertaram em relação ao próprio atual presidente em 2018. Por isso, só resta ao capitão berrar, para tentar tumultuar o dia do pleito e ganhar no grito. Coisa de baderneiro desesperado", diz o cientista político, que faz...