Maia ataca reajuste dos professores e propõe reduzir drasticamente cálculo do piso do magistério

15/07/2020

Em live, presidente da Câmara disse que correção de 12,84% deste ano jogou fora toda a economia feita por estados e municípios. Ele quer que reajuste se dê apenas pela inflação.

COMPARTILHE!

Publicidade

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados.  Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil.
Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados. Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil.

Educação | Em live promovida pela "Genial Investimentos" (ver ao final da matéria), o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) atacou o reajuste dos professores deste ano e quer desengavetar projeto para reduzir drasticamente o cálculo do piso nacional do magistério.

Com sua fala mansa e educada, o presidente da Câmara chegou a dizer que a correção de 12,84% de 2020 jogou fora toda a economia feita por estados e municípios. Pelo que declarou, o melhor seria um reajuste de apenas 4,31%, que foi a inflação oficial do governo em 2019. Continua, após o anúncio.

O projeto do Maia

O que Rodrigo Maia anunciou em sua live, além de destilar preconceito contra os professores, é que o cálculo do piso do magistério será mudado. Em vez da correção pelo custo-aluno, como está na Lei Federal 11.738/2008, ele quer o reajuste apenas pela inflação oficial do governo. Após o anúncio, veja o que isto significa em perdas para os professores.

Compare!

Desde 2010, quando o piso nacional do magistério começou a ser reajustado pelo custo-aluno, sempre houve ganho real acima da inflação para os professores. Veja (%):

É este ganho real que Rodrigo Maia propõe eliminar. Se o projeto que ele ameaça desengavetar for aprovado, reajustes do piso serão com base apenas na inflação oficial do governo federal, o que trará enormes prejuízos aos profissionais do magistério. Após o anúncio, veja a live onde ele fala da proposta.

  • Fala sobre o piso começa a partir de 19 minutos e 13 segundos e vai até 21 minutos e 22 segundos.

COMPARTILHE!

Faça uma pequena doação de qualquer valor, para ajudar a cobrir os custos de manutenção do site. Caso não possa ou não queira colaborar, continue a nos acessar do mesmo jeito enquanto estivermos ativos. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Anúncio

Mais recentes...

Deixe de aterrorizar os brasileiros com suas ameaças. Aceite que a maioria do povo não o quer mais. Vá rezar, se benzer, tomar um banho de sal grosso no lombo. Peça perdão por seus crimes cometidos na presidência. O Brasil quer é Lula de novo", diz um dos trechos enviado pela docente.
Jair Bolsonaro sabe que as urnas são seguras e que as pesquisas refletem vitória de Lula no primeiro turno, tal também como acertaram em relação ao próprio atual presidente em 2018. Por isso, só resta ao capitão berrar, para tentar tumultuar o dia do pleito e ganhar no grito. Coisa de baderneiro desesperado", diz o cientista político, que faz...