Lula, Rubin "Hurricane" Carter e a solidariedade de Bob Dylan diante de uma injustiça! Leia e compartilhe...

23/04/2018 13:40

DA REDAÇÃO | Em 1975, Bob Dylan, maior ícone vivo da música norte-americana lançou o álbum Desire. No lado B, incluiu a longa e bela Hurricane (Furacão), composição de protesto em solidariedade a Rubin "Hurricane" Carter, pugilista negro, de origem humilde e campeão na categoria peso-médio. (Ouça a música ao final da matéria).

À época, Rubin Carter estava condenado injustamente a três prisões perpétuas por um triplo assassinato que não cometeu. Depois de longos anos na cadeia, o "Furacão" foi libertado, em 1985, após novo e forçado julgamento, onde ficou comprovada a tese inicial apresentada por seus advogados de que era totalmente inocente. O apelo de personalidades como Dylan, que ganhou o Nobel de Literatura em 2016, ajudou no desfecho favorável do processo. 

Na tradução livre de Hurricane apresentada no site vaga-lume, há os trechos abaixo escritos por Bob Dylan, em parceria com o também poeta Jacques Levy. Observe como trazem incríveis coincidências com as perseguições e prisão ora impostas a Lula:

(Continua após o anúncio).

Não é preciso ser muito atencioso para perceber que na descrição poética de Dylan e Levy a condenação judicial de Rubin Carter é quase igual à de Lula. Julgamento falso, testemunhas compradas, jornais mentirosos, criminosos de terno e gravata livres e comemorando, cela minúscula, um homem no inferno, enfim. É como se os poetas tivessem se transportado dos EUA dos anos 1970 para o Brasil de 2018.

Os versos, de forma direta, também revelam a indignação dos autores: 

  • O vendo incriminado
  • Não pude evitar sentir vergonha de viver em uma terra
  • Onde a justiça é um jogo

Alguma semelhança com a atual justiça brasileira, em particular com a chamada "república de Curitiba comandada pelo justiceiro Sérgio Moro?

Os versos finais da canção prenunciam que a injustiça contra Rubin Carter seria desfeita, como de fato foi:

  • Essa é a historia do Hurricane
  • Mas não vai acabar até que limpem seu nome
  • E devolvam o tempo perdido
  • Colocado em uma cela, mas um dia poderia ter sido
  • O campeão do mundo

Continua após o anúncio.

No Brasil de hoje, espera-se também que a solidariedade de muitos e as mobilizações restaurem a justiça em relação a Lula, para que ele possa se candidatar nas eleições de 2018. E, se for desejo da maioria dos brasileiros, voltar novamente a ser o presidente da república. 

Bob Dylan, tal como muitas personalidades mundiais já fizeram, bem que poderia escrever também alguns versos em solidariedade ao maior líder popular da História do Brasil e um dos maiores do planeta. O mundo civilizado agradeceria.

Ouça Hurricane:

MAIS RECENTES SOBRE LULA:

Lula | Em sua coluna deste domingo (8) no Estadão, a jornalista Eliane Cantanhêde reafirma o que o mundo todo já sabe sobre o encarceramento do ex-presidente Lula, ou seja, que ele era um preso político e só estava atrás das grades para não disputar as eleições de 2018.
E agora há pouco o mesmo Estadão deu a seguinte notícia:...