Conto da"facada" pode cair; Globo & Cia também devem ficar em descrédito

06/09/2021 06:10

O documentário que apurou a estranha "facada" em Jair Bolsonaro está marcado para ser apresentado nesta segunda-feira (6), na TV 247. Dirigido pelo experiente jornalista Joaquim de Carvalho, investigação já tem elementos que podem desmoralizar ainda mais o capitão e sua família, e também os órgãos da chamada grande mídia, como Globo & Cia.

Publicidade

Em 28 de agosto de 2018, o então candidato a presidente Jair Bolsonaro é entrevistado no Jornal Nacional por William Bonner e Renata Vasconcellos. Pouco tempo depois — em 6 de setembro — "foi esfaqueado" de forma estranha em Juiz de Fora (MG). Por que os Marinhos e outros da grande mídia aceitaram passivamente essa tese mais que suspeita da "facada"? Foto/reprodução.
Em 28 de agosto de 2018, o então candidato a presidente Jair Bolsonaro é entrevistado no Jornal Nacional por William Bonner e Renata Vasconcellos. Pouco tempo depois — em 6 de setembro — "foi esfaqueado" de forma estranha em Juiz de Fora (MG). Por que os Marinhos e outros da grande mídia aceitaram passivamente essa tese mais que suspeita da "facada"? Foto/reprodução.

Política | O documentário que apurou a estranha "facada" em Jair Bolsonaro está marcado para ser apresentado nesta segunda-feira (6), na TV 247. Dirigido pelo experiente jornalista Joaquim de Carvalho, investigação já tem elementos que podem desmoralizar ainda mais o capitão e sua família, e também os órgãos da chamada grande mídia, como Globo & Cia. Continua, após o anúncio.

Difícil de contestar

Segundo o que o jornalista Joaquim de Carvalho já adiantou de sua investigação, "facada" em Bolsonaro na verdade tratou-se de um autoatentado (farsa) que, sob o comando de Carlos Bolsonaro, teve o objetivo de eleger o capitão nas eleições de 2018.

Tese do autoatentado é corroborada no documentário por vários fatos antes desconhecidos, ligados a 

  1. Adélio Bispo (autor da "facada"); 
  2. seguranças no dia do "crime"; e 
  3. ao próprio Carlos Bolsonaro

Pelo que já foi relatado pelo jornalista, é difícil, muito difícil de contestar. Exemplo: seguranças que falharam na defesa do capitão foram premiados com importantes cargos no governo. Por que Bolsonaro premiaria um segurança que quase o deixou morrer?

Grande mídia também no descrédito

Além de desmascarar a família Bolsonaro, investigação sobre a "facada" pode fazer também a Globo & Cia caírem no descrédito em relação a esse importante caso. Veja por que após o anúncio.

Por a grande mídia aceitou a tese da "facada" sem nenhuma contestação?

Em qualquer evento que envolvesse um crime como disseram que houve contra Bolsonaro em Juiz de Fora, o normal seria seguir duas linhas de investigação. A primeira, a de que Bolsonaro de fato era uma vítima. A segunda, a de que era suspeito de armar um teatro para se eleger.

Essa segunda tese foi totalmente desprezada pelas autoridades policiais que investigaram o caso e aceita por Globo e todos os demais da grande mídia como a verdade final. Por quê? 

O jornalista Joaquim de Carvalho crê que até na Polícia Federal há na atualidade quem defenda  reabrir o caso de Juiz de Fora. E a grande mídia, por que calou e permanece em silêncio?  Continua, após o anúncio.

Se fosse com Lula e o PT...

Quando se trata, por exemplo, de acusar Lula e o PTGlobo & Cia mobilizam toda uma força tarefa dentro de suas organizações para buscar provas fictícias contra o ex-presidente e seu partido. Por que não moveram uma palha para investigar a "facada" em Bolsonaro? Por que não fizeram um Globo Repórter sobre tal questão?

Documentário deve mostrar a verdade

O documentário dirigido por Joaquim de Carvalho vai ao ar amanhã (6) e deve mostrar, com amplos detalhes, a verdade. A família Bolsonaro e a grande mídia que se segurem...

Compartilhe e curta abaixo nossa página no Facebook, para receber atualizações sobre este tema.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

PIX - CPF 22629149315 - João Rosa Paes Landim Neto

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre política...