Líder do PDT diz que Ciro Gomes ficou rigorosamente calado diante das negociaçõe$ da Pec do Calote

05/11/2021

Fala do líder desmoraliza "reação" demagógica e apelativa do velho político do Ceará depois da votação da Pec 23, aprovada após o presidente Jair Bolsonaro e Arthur Lira abrirem os cofres públicos para parlamentares do PDT e outros adesistas de última hora.

Ciro boca de siri. Foto/reprodução.
Ciro boca de siri. Foto/reprodução.

Política | O líder do PDT na Câmara, deputado Wolney Queiroz (PE), publicou uma mensagem de 42 linhas à sua bancada onde reage a Ciro Gomes, que ameaçou suspender sua candidatura a presidente após votação favorável de Queiroz e outros 14 pedetistas à Pec do Calote. No texto que circula na grande mídia, o pernambucano afirma que Ciro sabia de todas as negociaçoe$ e, apesar disso, ficou rigorosamente calado. Veja:

"Importante ressaltar uma coisa: a votação dessa PEC 23 (Precatórios) era assunto predominante nos noticiários em todas as TVs, portais, blogs e jornais do Brasil. A imprensa especializada já anunciava que PDT e PSB poderiam votar a favor da PEC. Apesar disso, não recebi do presidente Ciro um telefonema, um e-mail, uma mensagem, um recado. Nada. Rigorosamente nenhuma orientação." Continua, após o anúncio.

Desmoralização

Fala do líder pedetista desmoraliza "reação" demagógica e apelativa do velho político do Ceará. Pelo que afirma Wolney Queiroz em sua mensagem, Ciro agiu como cúmplice do presidente Jair Bolsonaro e Arthur Lira (PP-AL), que abriram os cofres públicos para aprovar um projeto que ataca principalmente os professores.


Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. Aproveite para deixar uma pequena doação ao nosso site.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

PIX - Celular 86988453625 João R P Landim Nt

Siga-nos!

Mais recentes sobre política...

Nota Técnica da CNTE esclarece que rateio de sobras é algo já pacificado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), sendo necessário apenas que legislativos de estados e municípios digam através de leis próprias como a divisão de recursos previstos e não gastos deve ser feita. Professores membros de conselhos do Fundeb apontam o caminho a seguir para...