"Bolsonaro vai tentar dar um golpe para manter o poder pela força", diz articulista do Globo

21/08/2021

Ascânio Seleme diz que Bolsonaro é o homem mais odiado do Brasil e que corre o risco até de não ir para o segundo turno das eleições em 2022. Assim, para se manter no poder, só um golpe há como alternativa para o atual presidente.

Publicidade

Foto/Reprodução.
Foto/Reprodução.

Política | Em artigo exclusivo para assinantes do Globo (21), o articulista Ascânio Seleme diz: "Que ninguém duvide, o presidente Jair Bolsonaro vai tentar dar um golpe para manter o poder pela força. Pode não ser já, mas ocorrerá antes ou logo depois das eleições de outubro do ano que vem." Continua, após o anúncio.

Sinais claros

Seleme diz que há sinais claros de que Bolsonaro quer fechar o regime. E afirma também que ele tem tudo para fracassar nessa sua sanha golpista:

"Todos os ataques a instituições da democracia brasileira testam seus limites. A cada nova investida, ele dá um passo a mais em direção à ruptura da estrutura política do Estado. Tem tudo para fracassar e vai fracassar. Faltam-lhe apoio político, popular e mesmo militar. Mas isso não o impedirá de tentar. Quanto mais se afasta de uma vitória eleitoral, mais aguçado fica sua sanha golpista."

Compartilhe e curta abaixo nossa página no Facebook, para receber atualizações sobre este tema.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes...

Professora Dorinha é presidente da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados e diz que não há lacuna para que o percentual de 33,23% não seja cumprido urgentemente, tal como reza a lei 11.738/2008. O Dever de Classe entrou em contato com a assessoria da parlamentar e obteve mais informações sobre as ações que poderão ser feitas.
Educadora diz que "é uma tristeza ver uma professora usar o nome de Deus para defender um presidente satânico e que "se não houver paralisação nacional e luta não haverá aumento de salário nenhum".
"Já falei mais de mil vezes: o que define o reajuste é o texto da lei 11.718, que continua totalmente em vigor. Além disso, o índice de 33,23% é baseado em portarias interministeriais do governo federal, algo que também já foi definido em 2021. O anúncio oficial por parte do MEC é só uma mera formalidade, não faz parte...