A condenação golpista e os três próximos passos para tentar banir Lula de vez! Saiba mais e compartilhe...

26/01/2018 09:15

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

DA REDAÇÃO | A escandalosa condenação de Lula (PT) pelos três desembargadores do TRF4 de Porto Alegre já era esperada. A não ser para os que ainda teimam em se iludir com nossas falidas "instituições democráticas", o petista já entrou no processo com a guilhotina na cabeça. Os próximos passos que os golpistas darão a partir de agora é no sentido de tentar banir Lula de vez da vida pública do País, em particular em relação ao pleito eleitoral de 2018. (Ver após o anúncio).

As três primeiras medidas mais prováveis dos golpistas daqui para a frente

1ª - Lula "desistiu". Tentarão criar de forma cada vez mais contundente a tese de que Lula — por conta da condenação — não será mais candidato em 2018. Para tanto, usarão todo o poderoso aparato midiático de que dispõem, inclusive plantando fake news de que o próprio Lula, por compreender que está inelegível, já desistiu.

2ª - "Queda" nas pesquisas. Associada à ideia de que Lula já está fora do páreo, divulgarão pesquisas onde fabricarão primeiramente uma artificial queda do petista. Inúmeras matérias e artigos de "analistas" venais buscarão justificar esse suposto declínio com o argumento principal de que a maior parte do povo brasileiro não aceita votar em candidatos com "ficha suja". (Continua após o anúncio).

3ª - Exclusão das pesquisas. O passo seguinte, mais radical, é excluir por antecipação qualquer participação de Lula no processo eleitoral. Por conta disso, divulgarão novas e falsas pesquisas sem Lula e já com explicações mirabolantes sobre para quem os votos do petista devem migrar. Nesse particular, a "grande" mídia tentará iludir o povo com a tese de que grande parte dos simpatizantes de Lula tendem a votar no PSDB, apesar das críticas que têm em relação a esse partido.

Obviamente que tais projeções só terão êxito se não houver uma reação à altura do PT e de todas as forças democráticas do País no sentido de combater e neutralizar os ideais golpistas. Neste sentido, levar o povo às ruas, em particular com uma greve geral, é um bom remédio para derrotar a continuidade do golpe e garantir que Lula tenha seus direitos democráticos preservados.

LEIA TAMBÉM: