Urgente | Escandaloso caso do Zelador do Triplex pode levá-lo até à morte! Saiba mais e compartilhe...

21/04/2018 17:12

Que motivações levaram o ex-zelador a mentir para, deliberadamente, incriminar um ex-presidente da república? O ex-zelador agiu pressionado por adversários políticos de Lula? Que tipo de pressão poderia ser? Dinheiro? Ameaças ou coisas do tipo?

DA REDAÇÃO | Após ser desmentido pelas imagens veiculadas pelo MTST e Frente Povo Sem Medo, José Afonso Pinheiro, ex-zelador do famoso triplex atribuído a Lula, corre sério risco de sofrer complicações na justiça e até mesmo, num cenário mais trágico para si e sua família, vir a ser assassinado como queima de arquivo, como veremos mais abaixo.

Entenda

José Afonso declarou para Sérgio Moro e alardeou na mídia golpista de todo o País que presenciou quando Dona Marisa (falecida esposa de Lula) pediu que reformassem o polêmico imóvel e colocassem inclusive um elevador privativo para a família Lula da Silva, que passaria depois a morar no mesmo. Matéria da IstoÉ de 7 de abril de 2017, diz:

"Eu vi ela [dona Marisa] comentando que seria interessante ter um elevador no apartamento. Vi ela pedir. Mostrou inclusive o local, que seria do lado do hall social de entrada. Alguns dias depois a obra começou e o elevador apareceu", diz José Afonso Pinheiro. (IstoÉ, 07.04.2017).


Que motivações?

Ora, se as imagens mostram claramente que não houve reforma nenhuma no apartamento, que motivações levaram o ex-zelador a mentir para, deliberadamente, incriminar um ex-presidente da república? José Afonso tinha algum problema pessoal contra Lula? Que problema seria esse? Ou será — como é especulado pelas redes sociais — que o ex-zelador agiu pressionado por adversários políticos de Lula? Nessa hipótese, que tipo de pressão poderia ser? Dinheiro? Algum tipo de ameaça ou coisa do tipo? (Continua após o anúncio).

Complicado

O fato é que, de um modo ou de outro, o ex-zelador está bastante complicado. Os advogados de Lula podem pedir a anulação do seu (dele) depoimento a Sérgio Moro e processá-lo no mínimo por calúnia. 

E, caso tenha agido sob algum tipo de pressão externa, podem querer eliminá-lo fisicamente, como queima de arquivo, algo comum em situações como essa. Em nossa opinião, o correto é o ex-zelador se explicar melhor na própria justiça.

LEIA TAMBÉM: