URGENTE | Educadores em greve vão amanhã ao TJ Piauí acompanhar negociação e nova proposta do governo! Saiba mais e compartilhe...

11/03/2018 10:23

A expectativa é que muitos educadores compareçam ao Palácio do TJ-Pi para acompanhar a negociação entre o Sinte-Pi, o governo e o Poder Judiciário. Dados do Banco do Brasil indicam que, apenas nos meses de janeiro e fevereiro deste ano, o Estado do Piauí recebeu mais de R$ 200 milhões somente do FUNDEB. Nova proposta aos educadores deverá ser apresentada

DA REDAÇÃO | Centenas de trabalhadores da rede estadual de educação do Piauí devem comparecer amanhá (12/03) ao Tribunal de Justiça, para acompanhar de perto a negociação entre o Sinte-Pi, o governo do Estado e o Poder Judiciário. O encontro ocorrerá a partir das 8:00 horas, na 1ª Câmara Cívil do TJ-Pi, ao lado da Assembleia Legislativa. Em seguida, às 10:30 horas, haverá Assembleia Geral no Clube do Sinte-Pi.


Nova proposta

Na oportunidade, deverá ser apresentada a nova proposta do governador Wellington Dias (PT) sobre a pauta de reivindicação do Sinte-Pi, cujo ponto principal é o reajuste linear de 6,81% para todos os profissionais do magistério. Os educadores estão de greve há quase 20 (vinte) dias. Governo recebeu mais de R$ 200 milhões do FUNDEB. (Ver após o anúncio).

Há dinheiro do Fundeb

Por enquanto, o governo implementou apenas 3,41% (como auxílio-alimentação) nos contracheques dos educadores. Mas deixou de fora os inativos, o que provocou mais revolta ainda. Segundo dados do Banco do Brasil, o Piauí recebeu do FUNDEB R$ 203.158.103,98 apenas nos dois primeiros meses deste ano. Dinheiro há, portanto.


Categoria fala

"Eu quero é os 6,81% do piso, conforme manda a lei 11.738/2008", diz a professora da ativa Carmem Lúcia, de Teresina. "Aonde chegamos? O governador quer matar os aposentados de fome", desabafa o Sr. Pedro Sousa, professor por mais de 30 anos na Seduc-Pi.

Portanto, amanhã, o TJ-Pi deverá receber a ilustre presença de muitos educadores!

LEIA TAMBÉM: