Prefeitos pagam acima do que manda a lei

07/02/2022

Reajuste acima dos 33,23% é a prova de que é possível cumprir o direito do magistério em todos os estados e municípios, até porque a fonte pagadora é a mesma e cresceu neste 2022.

Dizer que não têm dinheiro é história de prefeito e governador caloteiros. Imagem: aplicativo Canva.
Dizer que não têm dinheiro é história de prefeito e governador caloteiros. Imagem: aplicativo Canva.

Educação | O prefeito Marcos Eron-MDB  de Monte Horebe-PB — anunciou reajuste de 36% ao magistério de sua cidade. Ao conceder aumento superior em quase 3% ao estipulado (33,23%) pela lei do piso nacional, Eron prova que é possível cumprir o direito do magistério em todos os estados e municípios do País, até porque a fonte pagadora — Fundeb — é a mesma e tem crescido bastante, conforme se pode observar AQUI e AQUI.

Não é o único

O prefeito Marcos Eron não é o único a conceder reajuste acima de 33,23% neste ano de 2022, embora seja o campeão até agora. Clique nos dois links abaixo e confira. Matéria continua, após o anúncio.

Leia também: 

Maior presente

Após anunciar reajuste, o prefeito de Monte Horebe declarou, segundo o portal 24 Brasil (6): "Meu maior presente, é saber que estamos, verdadeiramente, contribuindo para uma educação pujante e promissora, que eleva o desenvolvimento do ensino e da aprendizagem dos nossos alunos. É gratificante poder proporcionar o crescimento e desenvolvimento de nossa Monte Horebe, por meio de uma educação de qualidade e emancipadora."


Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. E aproveite também para deixar uma pequena doação ao nosso site.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Chave para Pix

E-mail: pix@deverdeclasse.org - João R P Landim Nt 

Siga-nos!

Mais recentes sobre educação

Deixe de aterrorizar os brasileiros com suas ameaças. Aceite que a maioria do povo não o quer mais. Vá rezar, se benzer, tomar um banho de sal grosso no lombo. Peça perdão por seus crimes cometidos na presidência. O Brasil quer é Lula de novo", diz um dos trechos enviado pela docente.
Jair Bolsonaro sabe que as urnas são seguras e que as pesquisas refletem vitória de Lula no primeiro turno, tal também como acertaram em relação ao próprio atual presidente em 2018. Por isso, só resta ao capitão berrar, para tentar tumultuar o dia do pleito e ganhar no grito. Coisa de baderneiro desesperado", diz o cientista político, que faz...