Abono de quase R$ 39 mil será pago aos professores

28/12/2021

Cairá na conta dia 30. Cerca de trezentos docentes serão beneficiados. Prefeito diz nas redes sociais que pagamento é uma obrigação do gestor e também que se sente com o dever cumprido. Até o dia 31, mais anúncios como esse devem ocorrer em todo o Brasil.

Publicidade

Maxwell da Mariinha, prefeito de Altos-PI. Sentimento do dever cumprido. Foto/reprodução/Facebook.
Maxwell da Mariinha, prefeito de Altos-PI. Sentimento do dever cumprido. Foto/reprodução/Facebook.

Educação | Quase 300 professores de Altos (PI) receberam uma ótima notícia ontem (27) do prefeito da cidade, Maxwell da Mariinha (MDB-PI). Pelas redes sociais, gestor fez anúncio de abono do Fundeb, com valores que variam de 19 mil e 400 reais até quase 39 mil reais. Variação certamente é por conta da jornada de cada educador. Altos fica a 41 km da capital Teresina e é conhecida como a capital da manga. Pagamento está marcado para o dia 30 deste mês. Até o dia 31, mais anúncios como esse devem ocorrer em todo o Brasil.

Continua, após o anúncio.

Prefeito anuncia o abono

Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. Aproveite para deixar uma pequena doação ao nosso site.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

PIX - Celular 86988453625 João R P Landim Nt

Siga-nos!

Mais recentes sobre educação

Lei Complementar contra o magistério, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em março deste ano, desconsiderou — para efeito de vários e importantes benefícios — quase dois anos de trabalho dos profissionais da educação, maio de 2020 a 31 de dezembro de 2021, fase crítica da pandemia de Covid-19. Na prática, é como se o magistério não tivesse...
Anúncios de pagamento devem se intensificar no mês de dezembro. Expectativa é que muitos estados e inúmeros municípios paguem o abono aos profissionais do magistério. CNTE luta para mudar critério de distribuição.