Capitais também entram 2022 com alta no Fundeb

02/02/2022

Dos recursos, no mínimo 70% devem ser usados para pagar pessoal da educação. Reajuste do magistério cabe perfeitamente no orçamento.

Primeiro mês do ano foi muito positivo financeiramente para os prefeitos. Imagem: galeria Webnode.
Primeiro mês do ano foi muito positivo financeiramente para os prefeitos. Imagem: galeria Webnode.

Educação | Não é por falta de recursos financeiros que as capitais brasileiras deixarão de pagar o reajuste de 33,23% para o magistério. Levantamento feito no site do Banco do Brasil (BB) revela que prefeitos receberam Fundeb de janeiro com majoração de até 75%. Confira, após o anúncio.

Leia também: 

Alta geral no Fundeb

Na comparação com janeiro de 2021, Fortaleza recebeu a mais R$ 31.414.889, crescimento de 23%. Já para Manaus, majoração foi de 75%. Belém, por sua vez, teve alta de 26%. E em Teresina, Florianópolis e São Paulo, majoração foi de 15%, 30% e 12%, respectivamente.


Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. E aproveite também para deixar uma pequena doação ao nosso site.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Chave para Pix

E-mail: pix@deverdeclasse.org - João R P Landim Nt 

Siga-nos!

Mais recentes sobre educação

Deixe de aterrorizar os brasileiros com suas ameaças. Aceite que a maioria do povo não o quer mais. Vá rezar, se benzer, tomar um banho de sal grosso no lombo. Peça perdão por seus crimes cometidos na presidência. O Brasil quer é Lula de novo", diz um dos trechos enviado pela docente.