Municípios festejam segunda bolada bilionária deste mês

20/01/2022

Dia 10 foram R$ 6,7 bilhões. Nesta quinta-feira (20) entrarão mais quase R$ 2 bilhões. Valores relativos ao FPM são bem maiores que os recebidos no mesmo período de 2021. 20% vão para o Fundeb, o que ajuda a viabilizar o reajuste de 33,23% dos professores.

Festa geral para os prefeitos. Imagem ilustrativa: aplicativo Canva.
Festa geral para os prefeitos. Imagem ilustrativa: aplicativo Canva.

Economia | Prefeitos festejam segunda bolada bilionária deste mês de janeiro. Dia 10 foram R$ 6,7 bilhões. Nesta quinta-feira (20) entrarão mais quase R$ 2 bilhões. Valores relativos ao FPM são bem maiores que os recebidos no mesmo período de 2021. 20% vão para o Fundeb, o que ajuda a viabilizar o reajuste de 33,23% dos professores. Confira mais detalhes, após o anúncio.

Aumento no FPM

De acordo com matéria no site da Confederação Nacional de Municípios (CNM), prefeituras de todo o Brasil receberão nesta quinta-feira (21) R$ 1.712.014.957,48. Valor é o segundo repasse do FPM neste mês de janeiro. Primeiro foi pago dia 10 (segunda-feira): R$ 6,7 bilhões. Quantia do segundo repasse é 36,1% maior que o enviado no mesmo período de 2021.

Fundeb

CNM destaca que 20% do FPM vai para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Isto certamente ajuda a viabilizar o reajuste de 33,23% definido para os professores em 2022.

Entidade também comemora o fato de primeira parcela do FPM, de R$ 6,7 bilhões, ter garantido 25,60% a mais de recursos aos municípios.


Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. E aproveite para deixar também uma contribuição para o nosso site.

Faça uma pequena doação de um valor qualquer para que possamos continuar a manter este site aberto. Caso não possa ou não queira colaborar, continue a nos acessar do mesmo jeito enquanto estivermos ativos. Gratos.

Chave para Pix

E-mail: pix@deverdeclasse.org - João R P Landim Nt

Siga-nos!

Mais recentes sobre educação...

Ao todo, percentual de corte chega a 96% para 2023, o que é um enorme prejuízo para as crianças e profissionais que atuam na área. Educação de Jovens e Adultos (EJA) também foi tesourada em 56% de suas verbas. Um massacre em toda a Educação Básica