Bolsonaro propõe acabar escolas públicas! E os alunos e docentes de estados e municípios, vão para onde? Assista e compartilhe...

10/10/2018 06:52

Eduardo Bolsonaro — principal porta-voz de Jair Bolsonaro — diz que educação deve ser atividade apenas da iniciativa privada / Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agencia Brasil
Eduardo Bolsonaro — principal porta-voz de Jair Bolsonaro — diz que educação deve ser atividade apenas da iniciativa privada / Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agencia Brasil

Com o esvaziamento das escolas públicas, em particular de estados e municípios, como ficaria a situação dos alunos e dos profissionais do magistério?

Bolsonaro | No vídeo ao final da matéria, o deputado federal Eduardo Bolsonaro diz que educação deve ser atividade da iniciativa privada e afirma ainda que os alunos carentes devem receber voucher (vale) para se matricular em escolas particulares. (Continua, após o anúncio).

Com isso, as escolas públicas — pelo que propõe um dos homens mais influentes da candidatura de Jair Bolsonaro — ficariam relegadas a segundo plano, com tendência a desaparecer a médio prazo. 

O principal porta-voz de jair Bolsonaro não fala, no entanto, o que seria feito dos professores e pessoal de apoio dos estabelecimentos públicos de ensino, em particular de estados e municípios. 

Sem os alunos, os profissionais do magistério ficariam recebendo salários sem trabalhar ou seriam demitidos? E para a educação do País, esvaziar as escolas públicas ajudaria a melhorar a qualidade do ensino?

Assista, após o anúncio!

Leia também: