Bolsonaro mente e dá mais gás para negação do reajuste

05/02/2022

De forma descarada, presidente diz que dinheiro para pagar piso seria todo do governo federal, quando na verdade a União entra no Fundeb com apenas 15%. Maioria das verbas, portanto, saem de estados, DF e municípios. Tal lorota do Bolsofake ajuda maioria de prefeitos e governadores a judicializar a questão, para negar e/ou protelar a correção salarial de 33,23% dos educadores.

Reajuste deste ano foi definido em 21 de dezembro do ano passado. Teatro feito agora pelo Bolsofake só atrapalha os interesses dos professores. Arte: Dever de Classe.
Reajuste deste ano foi definido em 21 de dezembro do ano passado. Teatro feito agora pelo Bolsofake só atrapalha os interesses dos professores. Arte: Dever de Classe.

Educação | O "anúncio" do reajuste do magistério feito ontem (4) pelo presidente Jair Bolsonaro faz parte da sucessão de fake news contra os interesses dos professores de estados, DF e municípios do País. 

Mentira ajuda a emperrar o piso

O Bolsofake mentiu feio ao dizer que é ele que pagará a correção salarial de 33,23%. Com mais essa lorota, o mito dos descerebrados ajuda maioria de prefeitos e governadores a judicializar a questão, para negar e/ou protelar o reajuste dos educadores. Entenda melhor, após o anúncio.

Leia também:

A mentira do Bolsofake ao anuncia reajuste

Jair Bolsonaro disse de forma clara que ele é que pagará o reajuste de 33,23%, pois tem a caneta Bic para isso:

"Quem é que repassa esse dinheiro para eles [prefeitos e governadores]? Somos nós, o governo federal. E a quem pertence a caneta BIC para assinar o reajuste? E decidimos então pelos 33%." (sic). Grifos nossos.

A verdade

  1. Professores de estados, DF e municípios são pagos com a subvinculação de 70% de recursos do Fundeb, fundo criado no governo Lula (PT), assim também como a Lei Federal nº 11.738/2008, que instituiu o piso nacional do magistério.
  2. Dos recursos totais do Fundeb, 85% saem de estados, DF e municípios. A União, em 2022, entrará com apenas 15%. Portanto, não é a caneta Bic do Bolsofake que garantirá os 33,23% para o magistério.
  3. Ao alardear que é ele que manda o dinheiro, Bolsonaro está apenas dando mais gás para prefeitos e governadores judicializar a questão, o que pode emperrar ainda mais o reajuste nos lugares onde ainda não foi pago, maioria do País.

Continua, após o anúncio.

Mais ações para atrapalhar o reajuste

Além da mentira de que é ele que pagará os 33,23%, o presifake Bolsonaro também tomou outras medidas que, na prática, só atrapalham a implementação do reajuste:

  1. Em 14 de janeiro, através do MEC, lançou uma Nota Pública onde disse que o critério de reajuste do piso havia perdido a eficácia. Com isso, deu gás para prefeitos e governadores não pagar o reajuste em janeiro, quando a lei 11.738/2008 reza que a correção é no dia primeiro deste citado mês.
  2. Até os dois teatros que fez para divulgar o reajuste vieram com bastante dias de atraso. O percentual de 33,23% ficou definido em 21 de dezembro de 2021, data em que o custo aluno do ano passado foi fixado de forma definitiva.
  3. Se fosse sério e quisesse mesmo defender os professores, o Bolsofake teria feito seu anúncio nesta data acima citada, evitando mentiras que atrapalhassem a implementação do direito dos educadores. O que fez? Protelou em quase 60 dias a divulgação oficial, materializada agora em fevereiro à base de fake news.

Mobilização

Magistério de todo o País deve se mobilizar para cobrar que prefeitos e governadores cumpram a lei criada no governo Lula. Quem decidir esperar pela caneta Bic do Bolsofake, é bom esperar deitado.


Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. E aproveite também para deixar uma pequena doação ao nosso site.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Chave para Pix

E-mail: pix@deverdeclasse.org - João R P Landim Nt 

Siga-nos!

Mais recentes sobre educação

Deixe de aterrorizar os brasileiros com suas ameaças. Aceite que a maioria do povo não o quer mais. Vá rezar, se benzer, tomar um banho de sal grosso no lombo. Peça perdão por seus crimes cometidos na presidência. O Brasil quer é Lula de novo", diz um dos trechos enviado pela docente.
Jair Bolsonaro sabe que as urnas são seguras e que as pesquisas refletem vitória de Lula no primeiro turno, tal também como acertaram em relação ao próprio atual presidente em 2018. Por isso, só resta ao capitão berrar, para tentar tumultuar o dia do pleito e ganhar no grito. Coisa de baderneiro desesperado", diz o cientista político, que faz...