Bolsonaro debocha, ao falar em pagar até R$ 600 mil à "professorinha" 

22/11/2021

Para se referir aos docentes de uma maneira geral, presidente usou em tom pejorativo o termo "professorinha". E disse também que pagará valor de até R$ 600 mil para os educadores, algo que não é verdade.

Bolsonaro é inimigo da educação pública e de seus profissionais. Foto: Agência Brasil.
Bolsonaro é inimigo da educação pública e de seus profissionais. Foto: Agência Brasil.

Educação | Durante aparição nesta segunda-feira (22) em seu cercadinho em frente ao Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro falou a seus apoiadores sobre dinheiro de precatórios e aproveitou para debochar dos professores, maiores prejudicados com a Pec do Calote.

Para se referir aos docentes de uma maneira geral, presidente usou em tom pejorativo o termo "professorinha". E disse também que pagará valor de até R$ 600 mil aos educadores, algo que não é verdade. 

O deboche e a mentira do genocida em relação aos professores e seus precatórios

"Se deixarem furar o teto [de gastos], a gente paga. Não tem problema nenhum. O que a gente está fazendo: passou na Câmara, está no Senado. Dívidas de até R$ 600 mil, aí inclui a professorinha, a gente vai pagar. Acima, a gente vai parcelar", disse o presidente aos apoiadores, segundo matéria da Folha de S.Paulo (22). (Grifos nossos). Continua, após o anúncio.

A verdade

Pec do Calote proposta por Bolsonaro e aprovada na Câmara não inclui pagamento de até R$ 600 mil a nenhum professor ou professora. O que o projeto faz é parcelar dívidas de precatórios que estados e municípios ganharam na Justiça, cuja maior parte dos recursos (60%) pertence aos docentes. O que era para ser pago integralmente em 2022, foi dividido em longas parcelas até 2024, o que prejudica bastante o magistério.

Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. E aproveite para deixar também uma contribuição para o nosso site.

Faça uma pequena doação de um valor qualquer para que possamos continuar a manter este site aberto. Caso não possa ou não queira colaborar, continue a nos acessar do mesmo jeito enquanto estivermos ativos. Gratos.

Chave para Pix

E-mail: pix@deverdeclasse.org - João R P Landim Nt

Siga-nos!

Mais recentes sobre educação...

Nota Técnica da CNTE esclarece que rateio de sobras é algo já pacificado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), sendo necessário apenas que legislativos de estados e municípios digam através de leis próprias como a divisão de recursos previstos e não gastos deve ser feita. Professores membros de conselhos do Fundeb apontam o caminho a seguir para...