Documentário mostra que a "facada" em Bolsonaro de fato tem muitos furos

14/09/2021 10:59

Em se tratando dos Bolsonaros, a mentira não é um desvio moral, ético ou de conduta. Para esse clã, a mentira é uma arma política.

Publicidade

Bolsonaro e a mentira como arma política. Foto/reprodução.
Bolsonaro e a mentira como arma política. Foto/reprodução.
Por Landim Neto, editor do Dever de Classe
Por Landim Neto, editor do Dever de Classe

Política | A exibição de documentário produzido pela TV 247 trouxe para a ordem do dia novamente o caso da suposta "facada" que ajudou Jair Bolsonaro a ganhar as eleições de 2018. Ocorreu ou não ocorreu? Facada ou fake? Os Bolsonaros seriam capazes de protagonizar tamanha farsa?

Antes de qualquer juízo de valor sobre o tema, uma coisa muito relevante tem de ser levada em consideração.

Em se tratando dos Bolsonaros, a mentira não é um desvio moral, ético ou de conduta. Para esse clã, a mentira é uma arma política — a mais poderosa que usaram e usam desde sempre como meio de sobrevivência.

A partir daí, pode-se fazer alguns questionamentos acerca da "facada", à luz do documentário recém-apresentado e também de outras ponderações feitas sobre o caso à época em que ocorreu.

Primeiro. Por que — segundo apurou o documentário da TV 247 — os seguranças que falharam feio na defesa do capitão no dia do evento foram empoderados por Carlos Bolsonaro e todos ganharam postos importantes no atual governo? Continua, após o anúncio.

Segundo. Por que o autor da suposta "facada" — Adélio Bispo —, conforme também mostra o documentário, estava na área vip reservada aos seguranças do capitão?

Terceiro. E por que também o "criminoso" não foi notado como tal pelos seguranças, já que imagens mostram que antes de "atingir" Bolsonaro ele fez pelo menos uma tentativa anterior?

Quarto. Por que a arma do "crime" e a camisa que o capitão estava no dia do evento desapareceram?

Quinto. Por que — segundo identificou Joaquim de Carvalho, jornalista da TV 247 e diretor do documentário — a cicatriz da facada mudou de posição?

Sexto. Por que Bolsonaro nunca passou por perícia médica para que fosse esclarecido tal fenômeno?

Por fim, por que a Globo e outras empresas de comunicação de grande porte nunca se interessaram em produzir um documentário investigativo sobre o caso? E por que à época do ocorrido aceitaram sem contestação a tese do atentado? Será que foi porque não queriam que Fernando Haddad (PT) ganhasse as eleições de 2018?

Por essas e outras, pode-se dizer: a "facada" em Jair Bolsonaro de fato tem muitos furos.

Compartilhe e curta abaixo nossa página no Facebook, para receber atualizações sobre este tema.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

PIX - CPF 22629149315 - João Rosa Paes Landim Neto

Mais recentes sobre política...