Urgente | STF não absolveu Lula! Entenda a votação e compartilhe...

22/03/2018 19:16

DA REDAÇÃO | Hoje (22) foi discutido o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa de Lula no STF. Medida visa garantir que o petista não seja preso antes que seu processo passe por todas as instâncias judiciais, como reza a Constituição Federal de 1988. Por maioria (7 a 4) os ministros do Supremo votaram pela admissibilidade do pedido.

Na prática, isto significa apenas que o STF aceitou jugar o mérito de se a defesa de Lula tem ou não razão ao requerer o citado pleito. A decisão de hoje (22), portanto, não absolveu nem condenou Lula. Apenas adiou essa questão para o dia 4 de abril, após a Semana Santa. Até lá, conforme ficou também acertado, Lula não pode ser preso. (Continua, após o anúncio).

Votaram favoravelmente à discussão do mérito do habeas corpus:
Celso de Mello, Marco Aurélio Mello, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Alexandre Moraes, Rosa Weber

Votaram contra
Luiz Fux, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Cármen Lúcia

Mas é preciso reconhecer, contudo, que tal votação no STF significa uma vitória para o líder maior do PT. Havia uma expectativa de que o Supremo sequer aceitaria discutir o mérito do citado habeas corpus, o que abriria as condições para que Lula fosse para a cadeia já no dia 26 de março, como quer Moro e juízes do TRF4. (Continua, após o anúncio).

Em primeiro lugar disparado em todas as pesquisas eleitorais, Lula agora deve continuar suas andanças pelo País, no sentido de mobilizar o povo e denunciar ainda mais o processo persecutório que a elite, em particular a Rede Globo, move contra ele. Na verdade, é o que pode convencer a maioria dos ministros do STF a livrá-lo de uma injusta prisão.

LEIA TAMBÉM: