Maioria do STF é favorável a manter suspensão do Piso da Enfermagem

15/09/2022

É literalmente o que se pode chamar de uma vergonha! Ministros com altíssimos salários e incontáveis regalias contra um ganho para categoria essencial que não chega a R$ 5 mil.

Economia | STF já tem maioria para manter a vergonhosa suspensão do Piso Nacional da Enfermagem. Além do relator da medida — ministro Luís Roberto Barroso —, outros cinco se somaram à iniciativa: Ricardo Lewandowski, Alexandre de Moraes, Dias Toffoli, Cármen Lúcia e Gilmar Mendes.

Ao todo, são 11 ministros, ambos com altíssimos salários e incontáveis regalias. Votação termina amanhã (16). Como faltam apenas cinco votos, mesmo que todos votem a favor da categoria, não dará para reverter a suspensão, a não ser com uma mobilização nacional em hospitais e clínicas públicas e privadas.

Ministro Luís Roberto Barroso, relator da medida que suspende o Piso da Enfermagem. Foto/reprodução.
Ministro Luís Roberto Barroso, relator da medida que suspende o Piso da Enfermagem. Foto/reprodução.

Continua, após o anúncio.

Leia também:

O tamanho do piso que o STF formou maioria para suspender

Pela lei aprovada pelo Congresso, o piso seria de R$ 4.750 para os enfermeiros, R$ 3.325 para os técnicos de enfermagem, e R$ 2.375 para os auxiliares de enfermagem e parteiras.


Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. E aproveite também para deixar uma pequena doação ao nosso site.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Chave para Pix

E-mail: pix@deverdeclasse.org - João R P Landim Nt 

Siga-nos!

Mais recentes sobre educação

Professora diz que, mesmo com reajuste de 33,23%, não está fácil pagar gasolina a quase R$ 10,00 e gás de cozinha em torno de R$ 140,00. Educadora pede que o presidente faça alguma coisa para resolver o problema.