Patos no prejuízo | Com alta do dólar, dívidas de empresas cresce no exterior! Leia e compartilhe...

14/05/2018 12:35

Paulo Skaf, presidente da Fiesp / Foto: (Rovena Rosa/Agência Brasil)
Paulo Skaf, presidente da Fiesp / Foto: (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Patos amarelos da Fiesp plantaram que Temer seria a salvação da economia e agora sentem um pouquinho também no bolso que a coisa é bem diferente 

DA REDAÇÃO | Segundo matéria do Estadão (14): "A disparada do dólar aumentou em R$ 115 bilhões o total que bancos e empresas [brasileiras] terão de desembolsar para fazer frente às dívidas no exterior". Isto ocorre porque "a variação cambial faz com que sejam necessários mais reais para pagar o mesmo compromisso." 

Convertida para reais, a dívida de bancos e empresas passou do equivalente a R$ 1,556 trilhão no fim de março para R$ 1,672 trilhão na última quinta (dia 10). Diferença: R$ 115 bilhões. Dados também do Estadão. 

O dólar, que até o mês de março girava em torno de R$ 3,19, hoje está a R$ 3,60. E sem perspectivas imediatas de baixa. Pode ocorrer com o Brasil o mesmo que ocorre com a Argentina, onde um dólar já vale 23 pesos. O presidente Maurício Macri — o Temer de Lá — já recorreu inclusive até ao FMI por conta disso. (Continua, após o anúncio).

Em outras palavras: muitos patos amarelos da Fiesp que comandaram o impeachment da presidenta Dilma estão agora no prejuízo. Plantaram inclusive no próprio Estadão que Temer seria a salvação da economia e agora sentem um pouquinho também no bolso que a coisa é bem diferente.

RELACIONADAS: