ESCÂNDALO! Temer torrou bilhões para permanecer impune! Leia e compartilhe...

05/08/2017 12:32

As negociatas de Temer para permanecer no poder alcançaram a cifra de R$ 48,8 bilhões. Veja os detalhes no final da matéria. Até setembro, Rodrigo Janot vai disparar outra denúncia contra o temeroso. O povo terá que pagar novamente para livrar mais uma vez a cara do golpista?

DA REDAÇÃO | Falta dinheiro para melhorar a Educação e a Saúde? As verbas para a segurança pública e o saneamento básico são escassas? Michel Temer (PMDB) explica: boa parte da grana para esses e outros setores foram desviados para comprar deputados que impediram Temer de ser afastado da presidência e investigado pelo Ministério Público Federal.

Segundo levantamento feito pela Folha de S.Paulo, Temer distribuiu os seguintes recursos públicos para continuar impune:

Emendas parlamentares

Entre junho e julho, a promessa de pagar projetos paroquiais aos deputados alcançou R$ 2,3 bilhões. 

Ruralistas

Parcelamento camarada de dívidas de ruralistas terá impacto fiscal superior a R$ 10 bilhões nos próximos anos.

Refis

Planalto se fez de morto na negociação do novo Refis, comprometendo uma receita de R$ 13 bilhões neste ano 

Folha de pagamento

Com a reoneração da folha de pagamento, governo deixou ir pelo ralo outros R$ 2,5 bilhões em 2017. 

Governadores

Pós-delação, Temer ainda reuniu governadores e prometeu acelerar o refinanciamento de R$ 21 bilhões em débitos dos Estados com o BNDES.

TOTAL

As negociatas de Temer para permanecer no poder alcançaram a cifra de R$ 48,8 bilhões. Até setembro, Rodrigo Janot vai disparar outra denúncia contra o temeroso. O povo terá que pagar novamente para livrar mais uma vez a cara do golpista?

Deixe seu comentário e compartilhe...

LEIA TAMBÉM:

DA REDAÇÃO | O deputado Jair Bolsonaro (PSL-Rio) é só um laranja do PSDB, embora tenha conquistado uma legião de seguidores que tem forte antipatia pelos tucanos. Por que os fãs do "mito" não percebem que estão sendo enganados? Porque se guiam muito pela emoção e não por qualquer ínfimo sentido de racionalidade.