Datafolha pode levar a uma debandada de eleitores ciristas

14/09/2022

Não precisa nem o Lula crescer na pesquisa. Basta o velho político do Ceará continuar estagnado em um dígito.

Política | Amanhã (15), o Datafolha promete anunciar mais uma rodada de pesquisa para presidente. A expectativa é grande, em particular para o candidato Ciro Gomes (PDT-CE). O velho político cearense não conseguiu até agora chegar a dois dígitos na disputa e, por isso, muitos de seus eleitores podem migrar majoritariamente para Lula.

Segundo o cientista político Carlos N Costa, consultado pelo Dever de Classe, não é preciso nem o Lula crescer. Basta o Ciro continuar estagnado para que grande parte de seus seguidores corra para o chamado voto útil no petista. Veja mais detalhes a seguir.

Ciro, ou o estranho caso do candidato que ganha no segundo turno, mas nunca consegue passar do primeiro. Foto/reprodução.
Ciro, ou o estranho caso do candidato que ganha no segundo turno, mas nunca consegue passar do primeiro. Foto/reprodução.

Leia também:

Professor, por que o senhor diz que poderá haver debandada de eleitores de Ciro após Datafolha?

O Ciro dificilmente conseguirá furar a polarização Lula X Bolsonaro e muito provavelmente ficará estagnado em 7% ou até menos. Se o Datafolha confirmar isso nessa próxima pesquisa, muito de seus eleitores tendem a correr para Lula. Aliás, isso já começou a acontecer.

E se Lula também não crescer?

Lula já está num patamar altíssimo, muito perto de ganhar no primeiro turno. E os eleitores ciristas que têm os pés no chão sabem disso. A questão para eles é o Ciro crescer. Se isto não ocorre, vão em debandada para Lula. A pesquisa amanhã vai dizer.


Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. E aproveite também para deixar uma pequena doação ao nosso site.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Chave para Pix

E-mail: pix@deverdeclasse.org - João R P Landim Nt 

Siga-nos!

Leia mais...

Lei Complementar contra o magistério, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em março deste ano, desconsiderou — para efeito de vários e importantes benefícios — quase dois anos de trabalho dos profissionais da educação, maio de 2020 a 31 de dezembro de 2021, fase crítica da pandemia de Covid-19. Na prática, é como se o magistério não tivesse...
Anúncios de pagamento devem se intensificar no mês de dezembro. Expectativa é que muitos estados e inúmeros municípios paguem o abono aos profissionais do magistério. CNTE luta para mudar critério de distribuição.