Bancários darão 40 horas de trabalho mensais grátis, fora os sábados!

18/11/2019

Publicidade

Economia / Sobrecarga gratuita de trabalho é resultado de Medida Provisória editada pelo presidente Bolsonaro.

COMPARTILHE!

Os bancários de todo o País tiveram uma péssima notícia esta semana. Por conta de uma Medida Provisória editada pelo governo Bolsonaro, categoria passará a trabalhar oito horas diárias e não seis, como é atualmente. Não haverá compensação financeira por conta da sobrecarga de trabalho. MP permite também que os bancos públicos e privados abram aos sábados. Continua, após o anúncio.

Trabalho gratuito

Apenas com as duas horas a mais que terão que cumprir de segunda à sexta-feira, sem os sábados, bancários darão 40 horas mensais grátis aos seus patrões. Hora-extra será paga apenas se exceder as oito horas diárias. Pelas regras anteriores, esse pagamento era feito quando excedia as seis horas. 

Caixas

Jornada de oito horas não será obrigatória para os caixas dos bancos. No entanto, texto da MP`autoriza ser pactuada jornada superior a seis horas mediante acordo individual escrito, convenção coletiva ou acordo coletivo de trabalho. Isto abre espaços para que os patrões pressionem esses funcionários para que também aceitem cumprir as oito horas. Quem não quiser, vai para o olho da rua. Continua, após o anúncio.

Revolta

A revolta é grande em toda a categoria. Pelas redes sociais, muitos bancários xingam o governo e dizem que vão reagir através dos seus sindicatos contra a medida. Os que votaram em Bolsonaro chamam agora o capitão de traíra. 

COMPARTILHE!

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes...

1932. O mafioso Al Capone começa, em Atlanta, a cumprir uma sentença de onze anos de prisão por sonegação de impostos.

1979. Margaret Thatcher vence as eleições gerais do Reino Unido e torna-se a primeira mulher a ser primeira-ministra britânica.

No entendimento de José Professor Pachêco e Renato Coelho de Farias, a correção do piso deve ser pelo custo aluno executado, e não pelo custo aluno estimado. Deste modo, índice de 2024 é 4,70%, e não 3,62%. Nesta linha, valor nominal deste ano é R$ 4.633,44, em vez de R$ 4.580,57. Foi o que divulgamos aqui em matéria do Dever...