Para reagir aos efeitos do estresse da sala de aula, nutricionista dá 10 dicas de alimentos aos professores

24/01/2021 12:33

A pandemia de coronavírus levantou o debate sobre a questão da imunidade e de por que algumas pessoas são mais resistentes que outras na hora das doenças. Uma das respostas é a alimentação. No caso dos professores, é preciso uma dieta rica em nutrientes, pois o exercício da profissão é muito desgastante.

Publicidade

Um dos segredos da boa saúde é uma dieta equilibrada e rica em nutrientes. Com alguns cuidados, qualquer alimento que se prefira pode ser consumido.
Um dos segredos da boa saúde é uma dieta equilibrada e rica em nutrientes. Com alguns cuidados, qualquer alimento que se prefira pode ser consumido.

Todas as imagens usadas nesta matéria são disponibilizadas pela Webnode, plataforma onde este site está hospedado.

Saúde | A pandemia de coronavírus levantou o debate sobre a questão da imunidade e de por que algumas pessoas são mais resistentes que outras na hora das doenças. Uma das respostas é a alimentação. No caso dos professores, é preciso uma dieta equilibrada e rica em nutrientes, pois o exercício da profissão é muito desgastante.

A nutricionista gaúcha Cármen S Cavalcante, consultada via Messenger pelo Dever de Classe, dá 10 super dicas de alimentos aos docentes, para que possam enfrentar os efeitos do estresse comum do dia a dia da sala de aula com mais vigor. Confira, após o anúncio.

Dicas de alimentos para aumentar a imunidade

A Dra Cármen diz que não se trata de dieta ou receita, mas de sugestões de alimentos que cada um pode usar como achar mais conveniente no dia a dia, de acordo com suas preferências.

01. Alho. Até para muitas autoridades médicas, o alho não é só um alimento que ajudar a dar um sabor especial à comida. É também um remédio natural. Atua no combate a vírus e bactérias, e é um ótimo ingrediente para ajudar no aumento da imunidade e na saúde de um modo geral. É rico em vitaminas A, C e E. Muitos usam em chás ou simplesmente os batem, deixam por um período na geladeira com água e depois tomam o líquido.

02. Cebola. Seus efeitos são parecidos com o do alho. Atua contra bactérias, fungos, vírus, parasitas intestinais e também é ótima para melhorar a imunidade do corpo. Pode ser consumida cozida, assada (com uma suculenta picanha) ou crua. Continua, após o anúncio.

O alho e a cebola são alimentos indispensáveis na cozinha de qualquer pessoa.
O alho e a cebola são alimentos indispensáveis na cozinha de qualquer pessoa.

03. Limão e outras frutas cítricas. O limão e a laranja, por exemplo, são reconhecidos internacionalmente como alimentos que ajudam na obtenção de uma saúde melhor. Riquíssimos em vitamina C e outros nutrientes, são ótimos antioxidantes para evitar e ajudar na convalescença de quem gripa ou tem qualquer outro problema pulmonar ou na garganta. Do mesmo time, temos também o abacaxi, o kiwi e a acerola. O suco da laranja e do limão devem ser tomados logo que se faz, pois os nutrientes se perdem em poucos minutos. O ideal é chupar a primeira e misturar a água do limão com água natural e beber imediatamente, sem adição de açúcar.

Delícia que fortalece.
Delícia que fortalece.

04. Maçã. A maçã é considerada mundialmente um super alimento. Por ser rica em vitaminas B1, B2 e B3, traz inúmeros benefícios, dentre os quais aumento da imunidade e proteção do sistema nervoso. É um poderoso antioxidante e ajuda até a rejuvenescer a pele.

05. Pimenta. A pimenta, sem excessos, além de dar um ótimo sabor picante a carnes, peixes e comida em geral, é também rica em vitamina C e A, e atua também como antioxidante. É ótima para ajudar no combate a infecções. A malagueta está entre as preferidas. Continua, após o anúncio.

A maçã é fruta poderosa.
A maçã é fruta poderosa.
A pimenta é ótima para ajudar no sabor e tem efeitos medicinais.
A pimenta é ótima para ajudar no sabor e tem efeitos medicinais.

06. Gengibre. Pode ser usado em molhos, como tempero. Mas sua principal finalidade mesmo é no combate a enfermidades respiratórias e da garganta. É muito rico em vitaminas C e B6, com ação bactericida.

07. Carnes. Para quem não é vegano ou adepto de cardápio naturalista, carnes são alimentos muito ricos em nutrientes, principalmente as vermelhas, que possuem vitaminas do complexo B e aminoácidos. As chamadas carnes brancas, como frango, porco e peixes são também muito nutritivas e deliciosas. Não pode é exagerar no consumo.

Carnes brancas são saudáveis e nutritivas.
Carnes brancas são saudáveis e nutritivas.
Churrasco com cebola & cia: saboroso e nutritivo.
Churrasco com cebola & cia: saboroso e nutritivo.

08. Ovo. O ovo é uma super proteína e um grande alimento: tem aminoácidos, vitaminas A, D, E e do complexo B, além de fósforo, ferro e cálcio. Melhor comer cozido. Mas também pode ser fritado sem gordura. Continua, após o anúncio.

O ovo é um alimento leve e saudável.
O ovo é um alimento leve e saudável.

09. Massas. Os alimentos ricos em carboidrato, como as massas, são importantes fontes de energia para o organismo. Todo mundo precisa. É preciso tomar cuidado, no entanto, para não ingerir demais produtos feitos em padarias, como pães, bolos etc. Uma boa fonte de carboidrato natural é o grão de bico, que ajuda inclusive na prevenção da diabetes. Mas uma macarronada e uma pizza bem feitas e com ingredientes naturais, sempre são boas opções.

Massas são fontes de energia.
Massas são fontes de energia.

10. Vinho, mel, cenoura, beterraba, tomate, castanhas do Pará e de caju e todo tipo de folhas verdes como acelga, brócolis, alface, rúcula, salsão etc. O vinho, tomado com moderação, é um ótimo ingrediente para ajudar no caso de nervosismo, insônia, tremores e outros males. É antioxidante. Excelente também para consumo regular ou diário são os demais alimentos que constam neste item final. Todos eles, num grau menor ou maior, são ótimas fontes de vitaminas, sais minerais e outros nutrientes. 

Ótimo para relaxar e ajudar na saúde.
Ótimo para relaxar e ajudar na saúde.
Por ter conservantes nocivos à saúde, evite produtos industrializados.
Por ter conservantes nocivos à saúde, evite produtos industrializados.
Nas feiras livres se encontra alimentos saudáveis e mais baratos.
Nas feiras livres se encontra alimentos saudáveis e mais baratos.

Para quem tem que enfrentar todo dia o estressante ambiente da sala de aula, creio que essas 10 dicas podem ser de alguma valia. Bom proveito. 

COMPARTILHE

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes...