A ofensiva de Tet. E o ano do porco

25/12/2016

Por Renato Uchôa, Educador
Por Renato Uchôa, Educador

Todos os povos que invadiram o Vietnam foram derrotados. Mais cedo ou mais tarde. Os chineses, por séculos, ficaram mais tempo. Outros povos, japoneses... Os americanos depois dos franceses amargaram a pior derrota em toda a história de opressão e covardia dos EUA. Na matança que fazem para invadir países e saquear as riquezas. Aqui, pela ação entreguista do país pelos golpistas subservientes e traidores do Brasil no ano que finda. Não soltaram um traque.] 

A Guerra do Vietnam foi uma das mais sangrentas da história da humanidade. De nada vale todo o poder se o povo não apoia os inquilinos dos palácios, que traem a população, entregam as riquezas, governam para as minorias, açoitando de todas as formas as camadas subalternas. E lambe as botas dos governantes de países estrangeiros, como o governo golpista de Temer.

Destroçaram o país com armas químicas, biológicas, praticamente todos os povoados do Norte. Mudaram cursos de rios, queimaram as aldeias e florestas com napalm (com mais de um milhão de mortos). Por mais criminosos e aterrorizantes que sejam os bombardeios, que massacram civis adultos e crianças, a guerra é decidida quando os invasores pisam na Terra Mãe.

O general Vo Nguyen Giap (um professor) sabia disso, conhecedor profundo das guerras foi o grande estrategista da vitória. Escolhido por Ho Chi Minh, que criou em 1936 o Viet Minh. Um braço armado da luta de libertação. Da Frente de Libertação do Vietnam criada em 1930. Organizou um exército de camponeses, plantadores de arroz. Derrotou o maior poderio bélico do mundo. Importante registrar, o governo americano, em tonelagem, jogou uma quantidade de bombas maior que todas as da 2ª Guerra Mundial.

A Ofensiva de Tet mudou a guerra. Em 31 de janeiro de 1968, com a chegada do Ano do Macaco, portanto, véspera do Tet, do ano novo Lunar vietnamita. Quando os terroristas americanos (exército) comandado pelo general William Westmoreland divulgava para a imprensa internacional que a guerra estava decidida em favor dos EUA. Ho-Chi-Minh e Giap planejaram um ataque a 36 capitais provincianas (das 44 existentes), e inúmeras cidades do Vietnam do Sul, inclusive com a ocupação da Embaixada Americana por várias horas, com destruição de 30 aeronaves na maior base americana em Da Nang.

A represália americana nas aldeias de My Lay, My Khe fez com que o mundo inteiro se revoltasse contra o terrorismo americano no Vietnam: a barbárie chegou ao ápice, a matança covarde com requintes de perversidade de mais de quinhentos civis desarmados. Velhos, crianças e civis foram trucidados. A carnificina no Vietnam custou US$ 200 bilhões, 50 mil mortos e 300 mil feridos do lado americano em quase uma década de terror. Uma retirada vergonhosa. Em pânico. Em 1973 centenas de helicópteros que pousavam nos porta-aviões foram jogados ao mar. No dia 30 de abril de 1975 os vietcongues tomaram Saigon, decretando o fim do Vietnã do Sul, e unificaram o país em julho de 1976, que estava dividido entre Norte e Sul por um Tratado de Genebra de 1954. Ponto final "Era um garoto que como eu, amava os Beatles e os Rolling Stones...".

No Brasil, que não tem ano lunar, mas podemos adotar como o Vietnam..., poderíamos denominar o Ano Novo que se aproxima (2017) como o Ano do Porco. Daqueles que tornaram o país, após o Golpe, o maior chiqueiro a Céu Aberto do mundo. A ofensiva de Tet é um exemplo que pode ser posto em prática para derrotar o governo golpista de Temer. Que transformou o país em uma pocilga de atuação de dezenas de gangues políticas na venda das riquezas do país, na destruição das políticas públicas que deram dignidade aos brasileiras/as, na retirada dos direitos trabalhistas... Com a instalação do Estado de Terror que usa todos os Aparelhos Repressivos do Estado, sem exceção, para praticar todas as formas de violência contra a população brasileira, que aos poucos vai entendendo o motivo do roubo do mandato da presidente Dilma.

É simples assim, bastando que o PT, PC do B, a esquerda em geral, que têm Diretórios em milhares de cidades do Brasil, se preocupe menos com as eleições de 2018, que pode não acontecer, e muito mais com uma ação mais concreta no enfrentamento do Estado de Terror e trabalharmos para construir o Dia de Combate e Luta contra os golpistas em todos os municípios brasileiros.

A população atônita, desorganizada, com raiva de o governo Temer só espera uma Direção Nacional que aponte que é possível numa tacada só marcamos nossa posição de Norte a Sul, Leste a Oeste, e impor a nossa hegemonia intelectual e moral nas ruas e avenidas do Brasil. Na expulsão do Usurpador Temer do Palácio do Planalto. E a varredura de todos os golpistas das Instituições. Como traidores da Pátria.

A luta para derrubar o Golpe deve ser deslocada do Parlamento, onde as Gangues estão representadas e têm ampla maioria, sendo qualquer ação dos parlamentares comprometidos com a luta inócua. Eles parlamentares, para além dos discursos e aparições bombásticas, deveriam fazer um Cooper todos os dias em direção ao STF. Pelo menos isso.

É simples assim, o PT maior partido da frente de esquerda tem a obrigação moral de devolver aos brasileiros/as, com todos nós da luta, o Estado Democrático. Vez que deixou rolar desde o Mensalão o movimento golpista que criou asas no 2º mandato de Lula e em toda a gestão da presidenta Dilma. Nas barbas de Lula e nas pontas das unhas pintadas da presidenta Dilma, que sobre o argumento do Republicanismo, as Instituições foram sendo corrompida à luz do dia. Deu no que deu. A crítica é para os adultos como dizia Paulo Freire.

A Ofensiva do Porco, em 2017, Ano Lunar que se aproxima, devemos pressionar e construir um comando centralizado com a participação dos movimentos sociais do campo e da cidade, pararmos o país com manifestações em todos os municípios do Brasil , sem papo de ninar. Resistir o golpe é preciso. Derrotar o golpe uma das mais belas ações do povo brasileiro. As condições subjetivas vão se configurando, o governo Temer se deteriorando, com uma avaliação quase unânime de que não vale o peido de uma gata como diz Dona Chica do Azeite. A mesma avaliação do corvo FHC que quer ser presidente do Brasil pela via indireta. No tapete.

Conteúdo recomendado:

Eleições | A TV Bandeirantes realizou ontem (09) um debate com candidatos à presidência da república. O que deveria ter sido um confronto de ideias na verdade se tornou uma troca de figurinhas entre a maioria presente apoiadora do golpe que levou Michel Temer ao poder. Na prática, foi um debate fake, pois excluiu Lula — o candidato...

DA REDAÇÃO | O deputado Jair Bolsonaro (PSL-Rio) é só um laranja do PSDB, embora tenha conquistado uma legião de seguidores que tem forte antipatia pelos tucanos. Por que os fãs do "mito" não percebem que estão sendo enganados? Porque se guiam muito pela emoção e não por qualquer ínfimo sentido de racionalidade.