Professores prometem fazer a maior Greve Geral de todos os tempos!

09/02/2020

COMPARTILHE!

Educação / Nenhuma escola funcionará. Movimento deve motivar outras paralisações no resto do País.

Publicidade

Professora Paulina Almeida, presidente do Sinte-Pi. Foto: arquivos professor Evandro Santos.
Professora Paulina Almeida, presidente do Sinte-Pi. Foto: arquivos professor Evandro Santos.

A partir deste dia 10 de janeiro a educação estadual do Piauí vai parar por tempo indeterminado. A luta é pelo reajuste de 12,84% e também por pendências relativas ao piso ainda de 2019. 

Direção do Sinte-Pi avalia que o movimento paredista será histórico e um dos maiores de todos os tempos, pois a estimativa é que adesão seja de 100%. Greve certamente motivará outras paralisações no resto do País. Continua, após o anúncio.

Gasolina

Segundo circula nas redes sociais, o governador Wellington Dias (PT) quer transformar o auxílio-alimentação — 4,17% — em salário e conceder a inflação de 2019 em forma de abono, o que perfaz um total de apenas 8,48% e exclui os aposentados. 

Isto equivale a jogar gasolina em fogo, pois os profissionais do magistério não aceitarão tal proposta e a greve se fortalecerá mais ainda. O correto é o governo cumprir a lei e conceder o reajuste na íntegra.

Vote na enquete!

COMPARTILHE!

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Anúncio

Mais recentes...

No caso dos professores, o que vale é o que está na lei dos planos de cargos, salários e carreiras de estados, DF e municípios. Se a legislação diz que o descanso anual é de 45 dias ou até dois meses, o terço constitucional deve ser pago com base nesse tempo de férias. É o que podemos chamar de direito...
Diferenças dos últimos 5 (cinco) anos devem ser pagas com juros e correção monetária, determina o juiz em sua sentença. Valor chega a quase R$ 10 mil. Estado não pode mais recorrer. Professores de todo o País podem fazer a mesma reclamação.