Prefeitos e governadores receberão R$ 4,5 bilhões só de complementação do Fundeb!

28/01/2020 12:31

COMPARTILHE!

Educação / Não pagam o piso do magistério se não quiserem. Dinheiro é para cair na conta de estados e municípios até o dia 31 deste mês de janeiro.

Publicidade

Imagem: aplicativo Canva.
Imagem: aplicativo Canva.

Não será por falta de dinheiro que o reajuste de 12,84% do piso do magistério deixará de ser pago. Pelo menos para os estados do Amazonas, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí, que juntos receberão R$ 4,5 bilhões só de complementação do Fundeb. Dinheiro é para cair na conta até o dia 31 deste mês de janeiro. Continua, após o anúncio.

Verba a mais

Repasse é da União e é um aporte a mais de recursos para prefeitos e governadores que têm maiores dificuldades em honrar compromissos na pasta da Educação, como por exemplo o cumprimento do próprio piso dos professores. 

Verba é paga todos os anos, ou seja, não é uma novidade do governo Bolsonaro e não se refere aos repasses normais que estados e municípios já recebem todo mês. Gestores não têm motivos, portanto, para não pagar pelo menos o piso nacional dos educadores.

Com informações de: Confederação Nacional de Município - CNM

Vote na enquete!

COMPARTILHE!

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Anúncio

Mais recentes...