Janeiro é pago ao magistério com reajuste superior a 12,84%!

30/01/2020

COMPARTILHE!

Educação / Apesar da choradeira quase geral, muitos gestores começam a cumprir piso nacional da educação.

Publicidade

Imagem: arquivos Webnode
Imagem: arquivos Webnode

Apesar da choradeira quase geral de prefeitos e governadores, várias informações positivas começam a surgir sobre o pagamento do piso do magistério. 

Segundo comentário feito por uma educadora em matéria do DEVER DE CLASSE, o prefeito de sua cidade pagou hoje (30) o mês de janeiro com reajuste de 13%, índice superior portanto ao estipulado pela lei do piso para este ano, que é 12.84%. Outros docentes também disseram que já receberam ou vão receber o reajuste na íntegra. Confira, após o anúncio.

Veja:

Segundo pesquisamos, o prefeito de Picuí é Olivânio Dantas Remígio, do Partido dos Trabalhadores (PT).

Vote na enquete!

COMPARTILHE!

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Anúncio

Mais recentes...

Lei Complementar contra o magistério, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em março deste ano, desconsiderou — para efeito de vários e importantes benefícios — quase dois anos de trabalho dos profissionais da educação, maio de 2020 a 31 de dezembro de 2021, fase crítica da pandemia de Covid-19. Na prática, é como se o magistério não tivesse...
Anúncios de pagamento devem se intensificar no mês de dezembro. Expectativa é que muitos estados e inúmeros municípios paguem o abono aos profissionais do magistério. CNTE luta para mudar critério de distribuição.
Objetivo é garantir ganho real para a categoria logo a partir de janeiro. Documento com outras importantes pautas dessa área foi entregue ao setor de educação da equipe de transição do futuro governo Lula.